Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Ming-Chi Kuo, um dos mais importantes analistas do mundo quando o assunto é Apple, reiterou nesta terça-feira (07/06) um cronograma de lançamento do headset de realidade aumentada (RA) da empresa. Seguindo em sintonia com o que tem sido observado sobre uma possível data de estreia do dispositivo, Kuo traz que o AR HMD (augmented reality head-mounted display) da Maçã será apresentado no segundo trimestre de 2022.

O relatório de Kuo se concentra em perspectivas quanto a um fornecedor-chave da Apple para o headset: a Genius Electronic Optical. Esta empresa, em parceria com a Young Optics deverá fornecer as lentes de “Fresnel híbrido”, que buscam oferecer qualidade e desempenho óptico, mantendo o peso dos dispositivos abaixo dos 150 gramas. Essas lentes, patenteadas pelo Facebook, são usadas nos competentes Oculus Quest, pertencentes à empresa de Mark Zuckerberg.

publicidade

Kuo realizou uma pesquisa cobrindo a cadeia de suprimentos de lentes de câmeras da Apple, onde indicou que a Genius será responsável por 65 a 70% das remessas desse tipo de componentes para os dispositivos da Maçã. Nessa prospecção, entraram as lentes para o vindouro iPhone 13. A fornecedora Largan Precision, de Taiwan, normalmente lida com uma porção significativa dos pedidos de lentes dos iPhones. Porém, a empresa falhou em cumprir requisitos de controle de qualidade da Apple e foi instruída a interromper a produção em junho. Sua compatriota Genius, por outro lado, cumpriu tais requisitos e deve ser a única fornecedora de lentes angular e telefoto para os celulares da Maçã, pelo menos durante este mês.

Headset de RA da Apple deve ter 15 câmeras

Em março, Kuo informou que o headset da Apple deverá ter um sistema com 15 câmeras. Além da Genius, a Largan é cotada como uma das fornecedoras de lentes para o dispositivo. Naquele mês, o analista havia afirmado que o aparelho proporcionará aos usuários “uma experiência imersiva que é significativamente melhor do que os produtos de realidade virtual existentes”.

Entretanto, enquanto não chega o segundo trimestre de 2022, precisaremos aguardar novas informações sobre o headset de RA da Maçã, inclusive sobre seu preço, que poderá ser um pouco além do acessível. A acompanhar as expectativas de março, poderemos ver o dispositivo saindo por uns US$ 1 mil (R$ 5.027, aproximadamente, sem levar em conta as diferenças de impostos e taxas). Porém, há quem aponte um valor comercial de US$ 3 mil para cada unidade do headset, o que significa mais de R$ 15 mil em moeda brasileira.

Via MacRumors e Apple Insider

publicidade

Imagem: Mariia Korneeva (Shutterstock)