AppleNotíciasApple deve lançar um headset de RV antes do Apple Glass

Felipe Marsola Monteiro1 mês atrás7 min

A Maçã deve frustrar as expectativas de quem espera por um óculos de realidade aumentada em breve. Acaba de vazar que a Apple está trabalhando em um headset de realidade virtual mais simples, e nichado, e que deve ter preço beeem salgado. Terá configurações potentes e será um abridor de caminhos para algo mais próximo do que se espera para um acessório de realidade aumentada para o dia a dia. As informações são da Bloomblerg, que teve contato com fontes especializadas no tema.

Apesar de ser um costume da empresa de Cupertino chegar antes de outras marcas, o novo dispositivo tem uma proposta diferente. Voltado para entretenimento (como jogos, filmes e até conversas), o headset vai também estar direcionado para os consumidores com bom poder aquisitivo. É, enfim, algo que já existe: um headset de realidade virtual. Segundo a Bloomberg, isso pode se tratar de uma forma de preparar os desenvolvedores e o público para uma tecnologia mais popular e disruptiva que deve chegar futuramente: o falado Apple Glass. Também é possível dizer que a Apple quer mapear a demanda por esse tipo de tecnologia.

Detalhes do produto

O projeto do novo headset apresenta configurações robustas. A Apple investiu em processadores que superaram seu M1 para Macs e, inclusive, foi inserido um ventilador para refrigeração. As lentes também devem ser desenvolvidas com tecnologia de alta definição ainda não vista nos dispositivos atuais.

O protótipo, que está em fase final de testes, se assemelha com o Oculus Quest. Ele apresenta câmeras que serão utilizadas para captura de movimentos, que podem receber uma função, entre outras, de possibilitar ao usuário digitar no ar como se estivesse vendo um teclado virtual. Mas, esse recurso ainda está sendo explorado e pode, até, ser descartado na versão final ou chegar como atualização futura.

Quanto à estrutura, a Apple se preocupou com o peso do produto e possíveis danos ao pescoço dos usuários. Por isso, removeu a parte extra para quem precisa usar óculos de grau, o que também reduziu o tamanho, e investiu em acabamento em tecido para torná-lo mais leve.

Pedras no caminho

Por mais inovador que possa ser o projeto do headset, a Apple pode enfrentar dificuldades de inseri-lo no mercado. A começar pelo preço, que deve ser bem superior aos projetos concorrentes, beirando os US$ 5999 do Mac Pro (R$32205). Mas, existem alguns problemas técnicos que podem complicar a concretização do produto.

Ao remover o espaço para óculos de grau, a empresa está elaborando a possibilidade de inserção de lentes com prescrição médica, nativas, na tela do dispositivo. Porém, isso significa que o headset terá que estar alinhado com a legislação de produtos ópticos terapêuticos. E tanto as leis como as especificações médicas do assunto variam em lugares pelo mundo.

Além disso, a marca da Maçã está ainda pensando em quais apps e funcionalidades inserir no produto para além da experiência gamer ou de entretenimento em geral. Isso porque o headset será voltado mais para VR do que para AR.

Plano de lançamento

Quem estava esperando um Apple Glasses, terá que sentar e aguardar mais um pouco. O protótipo do óculos de realidade aumentada ainda está em fase inicial, chamada de arquitetura. Aparentemente, os vazamentos sobre um futuro óculos que já estava em fase experimental, na verdade pode se tratar desse novo headset.  Por mais que Tim Cook, CEO da empresa, tenha dito que a AR tem mais significado para a Apple, esse tipo de acessório requer mais tempo para ser desenvolvido.

Até a conclusão do projeto de óculos high-tech, o headset da Apple pode ser uma forma de preparar o público para o que está por vir. Seus planos de lançamento são para 2022, antes de outros produtos aguardados das marcas concorrentes.

Imagem: Sound On/Pexels