Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Após muitos vazamentos apontando mudança radical de design, conjunto de câmeras, e outros aspectos de hardware, o Google decidiu se posicionar sobre os Pixel 6 e 6 Pro. Frustrando insiders que provavelmente promoveriam novos vazamentos até o final do ano, a empresa simplesmente os tornou oficiais, confirmando uma série de detalhes, com destaque para o processador próprio da empresa, o Google Tensor.

Montagem promocional com o Google Pixel 6 em diversas cores

publicidade

O lançamento ainda não recebeu data, mas o Google utilizou o Twitter para apresentar oficialmente a geração Pixel 6. Sim, o novo design é oficial, com o Pixel 6 regular oferecendo uma faixa ligeiramente menor acima da barra de câmeras, e com o modelo Pro trazendo uma maior. A companhia confirma que a versão mais avançada será a única com uma lente telefoto periscópica — para zoom óptico de 4x.

Cores do Google Pixel 6 Pro

Google Pixel 6 Pro

Google Tensor: processador próprio do Google é o destaque dos novos dispositivos

Como esperado, a linha Pixel 6 chegará ao mercado com chip próprio da empresa, o Google Tensor, resultado de investimentos profundos da empresa, segundo um diretor. Até então conhecíamos ele como “Whitechapel”. A companhia descreve que a sua chegada permitirá uma integração melhor com os recursos de IA (inteligência artificial), que rodarão diretamente nos smartphones. Além disso, os sistemas de machine learning também rodam localmente, tornando dispositivo menos dependente da nuvem.

Com isto, a empresa pretende melhorar a experiência de acessibilidade e responsividade do Google Assistente. Com o Tensor, o smartphone poderá interpretar melhor e responder mais agilmente tarefas de comando de voz, tradução, legendagem e soletração — isto segundo a companhia.

Cores do Google Pixel 6

Google Pixel 6

Como já acontece com o Google Camera, estas personalizações via algoritmo beneficiarão o processamento de vídeos e fotos. Então, é esperado que os Pixel sigam se destacando pela boa ponte entre hardware e software, promovendo bom reconhecimento de cenas, pessoas, sugerindo modos a partir dos objetos, e outros.

publicidade

A empresa aproveitou a ocasião para destacar, mais uma vez, a Material You. É a interface que estreia com o Android 12, e em um vídeo mostrou como o novo visual sistêmico poderá combinar com os futuros flagships.

Previstos para serem lançados entre setembro e novembro, os novos Google Pixel 6 e 6 Pro ainda guardam mistérios — como os resultados reais destas câmeras. Qual será a bateria? Haverá recarga rápida de qual potência? Qual será a taxa de atualização das telas? Estas e muitas outras perguntas ainda não foram respondidas.

Vale lembrar, o Pixel 5a 5G deverá ser anunciado em agosto. Falamos de um intermediário que será comercializado antes da empresa lançar seus próximos flagships. Desde o Pixel 4 o Google não aposta alto nos seus smartphones próprios, então as expectativas são altas para 2021.