Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O iOS 14.5 trouxe algumas importantes mudanças na política de rastreamento de apps nos aparelhos da Apple. Agora, a empresa explicou melhor como vai funcionar o novo sistema por meio de um vídeo.

A tecnologia batizada de App Tracking Transparency (ATT, “Transparência de Rastreamento de Apps”) passa a exigir dos desenvolvedores de aplicativos que peçam autorização toda vez que coletarem algum dado do usuário. Esta autorização deve ser declarada fora do ambiente do aplicativo, por meio de um sistema pop-up.

publicidade

O pop-up da nova política de rastreamento só será mostrado depois que o smartphone da Apple for atualizado para iOS 14.5 e deve aparecer ao iniciar um aplicativo pela primeira vez. Os desenvolvedores também devem atualizar o app para a nova versão do sistema operacional.

Os usuários que não quiserem ver o pop-up de rastreamento podem desativar nas configurações. Se desativado, todos os aplicativos que solicitariam ao usuário não mostrarão mais uma caixa de diálogo e o padrão será “não rastrear”. Para desativar o pop-ups os usuários devem acessar Configurações> Privacidade> Rastreamento e desativar a opção “Permitir que aplicativos solicitem rastreamento”. Tudo isso no novo iOS.

A nova política de rastreamento da Apple já enfrenta bastante resistência de outras empresas. O Facebook iniciou uma guerra de influência contra a Apple, declarando a empresa de Cupertino como sua maior rival, e fazendo uma campanha em jornais (duas vezes) que levou até o Tim Cook a responder pessoalmente.

publicidade

Após algum tempo o Facebook acabou se vendo sozinho nesta briga já que o Google, principal concorrente da Apple no mercado de sistemas operacionais, parece estar considerando adotar uma política semelhante no Android e inclusive já alterou a forma como os dados são rastreáveis no Chrome. A publicação oficial diz que um dos motivos para essa movimentação o aumento no índice de desconfiança das pessoas online, que se sentem monitoradas por anunciantes, empresas de tecnologia e afins.

Via Apple Insider