AppleNotíciasApps do Google não coletarão mais dados sem permissão em dispositivos Apple

Gabriel Daros1 mês atrás4 min

O Google anunciou que está mudando a coleta de dados na versão de seus apps para o sistema da Apple. A medida veio após a Maçã publicar sua nova Política de Coleta de Dados de Aplicativos para o iOS 14. O novo conjunto de regras é aquele mesmo que o Facebook criticou recentemente.

As novas diretrizes de privacidade da Apple exigem que os aplicativos de sua loja deverão notificar aos usuários que estão coletando seus dados – e dá a possibilidade deles impedirem isso acontecer. Batizado de App Tracking Transparency, ou ATT, a política criou uma guerra de influências com a rede de Zuckerberg. A dona da marca mais valiosa do mundo já deixou bem claro: ou é isso, ou sai da loja.

O Google, no entanto, aderiu após se pronunciar sobre a demora das novas atualizações de seus apps na loja da Apple. O gigante das buscas afirmou que não irá mais o Identificador de Publicidade (“Identifier for Advertising”, ou IDFA) e outros rastreadores obrigatoriamente pela ATT.

O Google afirmou que a medida da Apple afetará diretamente o retorno da publicidade nos apps para o iOS. Segundo uma postagem no blog de desenvolvimento, os anunciantes terão menos informações cruciais, como números de instalação ou vendas após anúncios, e portanto, esperam que o retorno seja menor nessas plataformas.

Isso não quer dizer que eles deixarão de exibir anúncios. Na prática, significa que a publicidade exibida nestes programas não será personalizada conforme o usuário. E isso pode ser apenas temporário: o Google sugere que os anunciantes adaptem à versão 7.64 do SDK de anúncios mobile e o Firebase Analytics. Isso porque ambos os recursos terão compatibilidade com o SKAdNetwork, os rastreadores próprios das interfaces do iOS.

Via MacRumors

Imagem: Suchada Sukploy / Shutterstock