Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Samsung anunciou nesta terça-feira (29/6) que pretende avançar ainda mais com o suporte dado aos usuários e que passará a oferecer atualização média de 5 anos para os seus patches de segurança dos aparelhos Android. A medida, no entanto, atende apenas as versões empresariais de aparelhos topo de linha como os Galaxy da série S20 e S21, os Galaxy Note 20, entre outros.

De acordo com a Samsung, aparelhos comprados em planos empresariais receberão ao mínimo quatro anos de atualização de patches de segurança, além do ano do seu lançamento. Os aparelhos referidos são modelos vendidos em lote para empresas e que geralmente contam com algum software personalizado me seu sistema, como o Knox Suite, que funciona como um centro de comando móvel entre empregadores e funcionários, por exemplo.

publicidade

Em alguns países a Samsung até vende versões Enterprise Edition em suas lojas online, mas não será um bom negócio se você não pretende utilizar todos os pacotes empresariais do dispositivo.

Ainda de acordo com a Samsung, ao prazo de atualização de 5 anos para patches de segurança devem ser divididos em atualizações mensais que atualizam o firmware do aparelho e ajustam pequenas falhas do Android.

Apesar do anúncio, a Samsung não descarta que as versões padrão dos seus dispositivos também passem a receber atualizações frequentes do sistema. Em comparação com outras fabricantes, a empresa coreana já é uma das que mais se preocupa coma integridade de sua interface Android, chegando a ter aparelhos antigos que seguem atualizados de maneira parecida ao que já é feito com o seu principal concorrente, o iPhone. Um ótimo exemplo são os aparelhos Galaxy S6, lançados em 2015, e que até 2020 ainda recebiam atualizações.

Versões do Android são um desafio

Entre as principais dificuldades para a empresa garantir que todos os seus dispositivos terão o sistema operacional atualizado está nas diferentes versões de Android disponíveis no mercado. Com o avanço de SoCs dos modelos Exynos e Snapdragon é comum encontrarmos dispositivos que não são compatíveis com as versões mais recentes do sistema do Google e, por isto, acabam deixados de lado para os patches de segurança.

publicidade

Esta é uma preocupação que não se resume aos proprietários da Samsung, mas que preocupa o Google no geral. A empresa criadora do Android já declarou algumas vezes que trabalha em parceria com a Qualcomm, fabricante dos SoCs Snapdragon, para que a vida útil das próximas gerações Android seja maior. A estimativa é que os aparelhos se aproximem dos iPhone, cuja longevidade do suporte ao iOS chega a ultrapassar os cinco anos.

Via Android Authority

Imagem: George Clerk/iStock