Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Apple está sendo acusada pela Epic Games de cobrar taxas abusivas para os aplicativos da App Store, uma forma de burlar isso seria usando o sideload, em que apps são baixados em um ambiente externo ao da loja oficial da empresa. No entanto, a prática é proibida nos aparelhos da marca e agora, a gigante de Cupertino explicou o motivo disso.

Nesta semana, a Apple lançou um extenso documento chamado “Construindo um ecossistema confiável para milhões de aplicativos“, onde detalha os motivos que tornam o ambiente do iOS confiável e explica que a razão de não permitir o sideload é justamente para manter a segurança de seus usuários.

publicidade

Segundo a empresa, esse risco ocorre, já que os apps fora da App Store não são verificados, por tanto podem conter elementos que são proibidos na loja oficial, desde conteúdo violento para crianças até elementos pagos que cobram valores abusivos.

Sideloading e a Apple

Além disso, a fabricante do iPhone ainda destaca que com o sideload é possível instalar apps perigosos, que podem deixar vírus no dispositivo baixado e ainda roubar ou sequestrar informações dos usuários da Apple.

“Para proteger os usuários do iOS de aplicativos maliciosos e fornecer a melhor segurança de plataforma do mundo, adotamos uma abordagem multifacetada, com muitas camadas de proteção”, escreveu a Apple.

A empresa cita ainda uma grande quantidade de apps piratas baixados em sideload, que muitas vezes são cópias de aplicativos originais e não pagam os direitos de seu criador. Segundo a Apple, o ambiente de seu sistema operacional possui um índice baixo de vírus e perigos justamente porque proíbe práticas como o sideloading.

publicidade

“Por causa do grande tamanho da base de usuários do iPhone e dos dados confidenciais armazenados em seus telefones – fotos, dados de localização, saúde e informações financeiras – permitir o sideload provocaria uma enxurrada de novos investimentos em ataques à plataforma.”, completou ainda.

Imagem: madartzgraphics / Pixabay