Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

A lixeira do Google Files parece estar finalmente chegando com a nova atualização do aplicativo. Prevista desde dezembro como meio de oferecer mais segurança aos usuários no caso de excluírem arquivos por acidente, ferramenta vai funcionar de maneira semelhante aos gerenciadores de arquivos da Xiaomi ou da Samsung. Ou seja, após excluído, o arquivo permanece na lixeira do Files do Google por 30 dias. Depois disso, é apagado de forma permanente.

Imagem é uma foto de uma lixeira de papel, com papéis amassados em volta dela

Imagem: Steve Johnson /Pexels

Até o momento, entretanto, a existência da lixeira parece estar limitada à versão 1.0.378055542 do Google Files. Isso significa que a prioridade da atualização, ou seja, quem vai recebê-la primeiro, são os smartphones com Android 12. Posteriormente, é claro, é bem provável que seja lançada para celulares com Android 11. Ainda mais pelo sistema operacional já possuir, nativamente, um sistema de lixeira parecido.

publicidade
Atualização deve ter também mudanças visuais

Imagem mostra a função Nearby Share no app Google Files

Além disso, o app mudou ligeiramente seu design para incorporar, pelo menos parcialmente, a nova interface Material You. Com isso, o Files agora tem como fonte a Google Sans e uma mudança nas cores do app. Isso talvez possa ser um preparativo para a coloração adaptativa da interface que está para vir, que cria paletas de cores personalizadas.

Outra mudança, embora seja pequena, será a adição de uma bolha oval colorida por trás dos ícones pressionados. A última alteração, porém, é mais significativa. O compartilhamento nativo do app será substituído pelo Google Nearby Share, já encontrado em outros serviços do Android, como era esperado.

 

Conforme a página de suporte do Google, entretanto, para utilizar a função é necessário que os dois celulares estejam com a atualização mais recente do Google Files. É provável que o motivo da substituição, aliás, seja o mesmo por trás do abandono do File Dash pela OnePlus em abril.

Afinal, se para a OnePlus não havia mais sentido manter seu próprio sistema de compartilhamento rápido, menos sentido ainda faria o Google permanecer usando outro mecanismo em seu app. Apesar da empresa não ter se manifestado oficialmente, tudo leva a crer de que a atualização do Google Files, e com ela, a lixeira, chegará em todos os dispositivos em pouco tempo.

Via Android Community e XDA Developers