Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Apple surpreendeu quando oficializou música Hi-Fi para os usuários sem custos adicionais no seu serviço Apple Music, uma iniciativa que foi logo seguida pelo Amazon Music HD. Previsto para desembarcar no mercado esse mês (junho), e tudo indica que a empresa está liberando gradualmente os preparativos da atualização com o iOS 14.6.

Alguns usuários estão sendo perguntados se desejam baixar novamente alguns álbuns sincronizados, a fim de escutá-los em maior qualidade. Aparentemente, quem acata a sugestão continua com a reprodução em AAC, assim aparentemente a Apple apenas está preparando seus servidores para esta novidade, mas a implementação será feita em breve.

publicidade

Álbuns, baixas e EPs também estão começando a receber a sinalização dos recursos Dolby Atmos, Spatial Sound e Hi-Fi no Apple Music. Essas tags aparecem logo abaixo da capa e dos botões de execução e randomização de faixas. Apenas o aplicativo para iPhones e iPads está marcando conteúdos desta forma, e mesmo assim, usuários não conseguem confirmar se as mudanças estão efetivamente implementadas.

publicidade

Quando a Apple oficializou música em qualidade Hi-Fi, com som espacial e tudo mais, no Apple Music para os usuários, não informou em que dia do mês de junho isto seria feito. Os sinais não são discretos no momento, e com a WWDC prevista para a próxima semana, o timing seria interessante — afinal, o evento é voltado para desenvolvedores e trará várias novidades para o ecossistema iOS, e não é focado em hardware, embora a Apple possa ter alguma surpresa planejada.

Vale lembrar, o Apple Music é um dos poucos serviços de streaming de música de grande relevância que não oferece modalidade gratuita. Mesmo assim, incomoda o Spotify, referência neste mercado. Buscando crescimento, ambos serviços têm colocado muito dinheiro em podcasts, vistos como uma frente para expandir a base de utilizadores pagos.

Via Apple Insider

Imagem: Brett Jordan/Unsplash/CC