Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Huawei divulgou seu Relatório Anual de 2020, confirmando sua desaceleração no desempenho ao longo do ano passado. Afirmando que suas operações, apesar dos problemas, se mantiveram alinhadas com seu planejamento, a empresa relatou suas receitas alcançando US$ 136,7 bilhões, com lucro de quase US$ 10 bilhões. Em nossa moeda, respectivamente, são valores na faixa de R$ 782 bilhões e R$ 57 bilhões, em aumentos de 3,8% e 3,2% na relação com o ano de 2019.

No relatório, a empresa se colocou junto à transparência na divulgação de dados operacionais, auditados de forma independente pela empresa KPMG, para governos, clientes, fornecedores, funcionários e parceiros. A Huawei fez uma abordagem sobre suas operações em mais de 170 países e regiões, com foco no trabalho e ensino remotos, além do comércio online em período de pandemia.

publicidade
Tecnologia 5G

Não ficou de fora do relatório da empresa falar sobre seu empenho na tecnologia 5G, onde ela cita seus mais de 3 mil projetos que abrangem a nova rede móvel em setores como mineração de carvão, produção de aço, portos e manufatura. Como exemplo desse trabalho da Huawei, publicamos que a empresa pretende, inclusive cobrar da Apple e da Samsung por suas patentes 5G. Também podemos reforçar esse interesse da empresa pelo 5G com uma publicação feita aqui no mês passado, com um tour virtual no Galileo Exhibition Hall, que fica na sede da Huawei em Shenzhen, China.

A Huawei também registrou no documento o fornecimento de conhecimento técnico e soluções tecnológicas para o combate ao coronavírus. Como, por exemplo, uma solução de diagnóstico assistido por IA, baseada na Huawei Cloud para auxílio em infraestrutura médica.

HarmonyOS 2.0

Ken Hu, presidente rotativo da Huawei

Outros destaques dados pela Huawei em seu relatório anual de 2020 foi para seu sistema operacional HarmonyOS, que lançou em dezembro sua versão 2.0 para smartphones, e para o seu ecossistema Huawei Mobile Services e seus avanços na estratégia de inteligência artificial. O presidente rotativo da empresa, Ken Hu, declarou que, no ano passado, a Huawei se manteve firme “diante das adversidades”.

publicidade

As adversidades apontadas por Hu, certamente, incluem os problemas relacionados à guerra comercial com os Estados Unidos, que ainda não parecem longe de um fim, mesmo com Biden. Alguns dos resultados dos problemas que a Huawei enfrentou podemos registrar aqui, como publicamos no final do ano passado sobre a perda de 58,7% do mercado na Europa Ocidental para outras empresas chinesas. Outro ponto que reforça essa questão publicamos na semana passada, com a Xiaomi vendo seus lucros dispararem sobre o vácuo deixado pela sua rival.