Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Um modelo de óculos inteligentes que, além de ajudar o usuário a enxergar, também vai amplificar e detectar a origem de sons difíceis de serem captados pelo ouvido humano: esse é o novo recurso que o Apple Glass poderá oferecer, caso consiga colocar em prática a patente desenvolvida pelos engenheiros da Apple Killian J. Poore, Stephen E. Dey e Trevor J. Ness. O trio registrou a documentação junto ao US Patent & Trademark Office (Escritório de Marcas e Patentes dos EUA) nesta sexta-feira (25/02), sob o nome Audio-Based Feedback for Head-Mountable Device – algo como retorno baseado em áudio para dispositivo montável de cabeça).

A patente mostra o wearable construído com diversos microfones embutidos em sua estrutura, tanto na parte frontal quanto nas laterais. A intenção, segundo os criadores, é que o Apple Glass possa, com base nos sons captados pelos microfones, detectar a origem deles e, então, enviar uma notificação exata sobre o local em que se encontra a fonte sonora. “O dispositivo pode ser configurado para fornecer saídas visuais com base em entradas de áudio, exibindo um indicador em uma tela com base na localização de uma fonte de som”, diz a patente.

publicidade

De acordo com a argumentação dos inventores, a patente, se aprovada e colocada em prática, será bastante útil e aumentará a segurança dos usuários. “Os microfones podem amplificar e enfatizar os sons para ajuda o usuário a distinguir entre eles. Isso pode permitir que ele identifique a localização da fonte de maneira correta e imediata, principalmente quando não consegue ouvir o som sem estar com o dispositivo montável na cabeça”.

Nova patente registrada nos EUA indica que Apple Glass poderá ter a capacidade de detectar e identificar a origem dos sons

US Patent & Trademark Office

Trio tem outra patente

A patente que pode permitir ao Apple Glass detectar sons não é a primeira registrada pelo trio. Há mais ou menos dois meses, os três patentearam uma ideia de incorporar um recurso capaz de escurecer as lentes (ao estilo Lentes transition, mas controlado por software). E até mesmo corrigir o grau dos óculos conforme o usuário. “A ideia é que as lentes sejam escurecidas de forma automática – e seletiva – para que os objetos se encaixem de forma mais realista no mundo real (com o perdão da redundância). A patente foi registrada sob o nome Display System With Localized Optical Adjustments (“Sistemas de Display com Ajustes Ópticos Localizados”).

Outras novidades que vêm sendo trabalhadas, pelo menos em patentes e protótipos, relacionadas ao Apple Glass, incluem uma diversidade que vai muito além de o wearable ser capaz de detectar sons. Entre elas, apenas para citar as mais recentes que já noticiamos por aqui, estão a função de destravar outros dispositivos da Maçã e, claro, a tão esperada inclusão da realidade aumentada. Esse projeto, aliás, saiu da fase de protótipo e, mesmo não tendo sido lançado em 2020, pode estar em vias de chegar ao mercado.

Via Apple Insider

publicidade

Imagem: Vitória Borodinova/Pexels/CC