Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A gente nem sabe com certeza se os Apple Glass, os óculos de realidade aumentada da Apple, sequer vão sair e que nome realmente terão. Mas sabemos que talvez tenha uma versão com uma homenagem a Steve Jobs. E agora, que podem ter um recurso capaz de escurecer as lentes (ao estilo Lentes transition, mas controlado por software). E até mesmo corrigir o grau dos óculos conforme o usuário.

A ideia é que as lentes sejam escurecidas de forma automática – e seletiva – para que os objetos se encaixem de forma mais realista no mundo real (com o perdão da redundância). A patente foi registrada sob o nome Display System With Localized Optical Adjustments (“Sistemas de Display com Ajustes Ópticos Localizados”) no Departamento de Patentes dos Estados Unidos nesta quinta-feira (17/12).

publicidade

“Dispositivos eletrônicos às vezes incluem componentes ópticos ajustáveis”, diz o pedido de patente. “Por exemplo, dispositivos eletrônicos vestíveis, como os head-mounted [montáveis na cabeça, termo usado para os displays nos capacetes de pilotos de caças], podem incluir telas para exibir conteúdo gerado por computador que é sobreposto ao conteúdo do mundo real.”

E as lentes escurecidas do Apple Glass? Calma… a gente explica

A explicação da patente registrada agorinha pela fabricante para o acessório continua e, finalmente, faz referência ao escurecimento das lentes ao informar que “o componente ajustável pode ser usado, por exemplo, para ajustar o brilho do objeto do mundo real quando o usuário está visualizando o conteúdo gerado por computador que é sobreposto em objetos do mundo real”.

Apple Glass pode ser lançado no mercado com lentes que escurecem

Imagem: Reprodução/Apple Insider

A ideia de adotar essa nova funcionalidade no wearable é dar aos usuários a capacidade de sentir a iluminação ambiente ao redor dele e ajustar os objetos de RA para corresponder. “Se ele também pode ajustar o brilho ou escuridão da visão do mundo real visto através dele, isso o tornaria mais capaz de apresentar uma imagem consistente”, afirmou uma fonte, ao Apple Insider.

A reportagem especulou ainda que a Apple pode dar sequência ainda a uma antiga ideia de eliminar a necessidade de lentes com prescrição. Segundo o Apple Insider, ter as lentes tão ajustáveis, e especificamente ajustáveis sob controle de software, também traz outro benefício para quem usar o Apple Glass. Cada lente pode ser ajustada em um grau diferente, por exemplo, “usada para criar uma imagem para uma caixa ocular à esquerda” ou à direita.

publicidade

Via Apple Insider

Imagem: Pexels/Pixabay/CC