AppleNotíciasApple deve usar som para identificar pessoas, mostra patente

Karen Vila Nova1 mês atrás6 min

Uma nova pesquisa aponta que alguns aparelhos da Apple, como o HomePod, podem começar a identificar som ao redor das pessoas. A marca está investigando como usar o áudio para estimar a distância até a fala de um usuário.

O HomePod da Apple já tem um bom desempenho em identificar o som da voz, mesmo quando está tocando música alto. Dois novos pedidos de patentes separadas mostram que a Apple quer elevar a capacidade de escuta dos dispositivos a um nível maior. Um deles, “Estimativa de distância com base no aprendizado”, ou seja, usar o áudio não apenas para reconhecer o usuário, mas para descobrir onde ele está.

“Muitas vezes, é desejável que o dispositivo estime a distância do dispositivo ao usuário usando seu par de microfones”, diz o pedido de patente. “Por exemplo, o dispositivo pode ajustar o volume de reprodução ou a resposta de um dispositivo de assistência inteligente com base na distância estimada do usuário do dispositivo.”

“Portanto, se o usuário estiver muito perto do dispositivo, o som ou a fala não serão reproduzidos em um volume alto”, continua. “Alternativamente, se o usuário estiver longe, a reprodução de mídia ou a resposta de um dispositivo pode ser ajustada para um volume mais alto.”

Sendo assim, é possível comparar esta ideia com um  sistema da Apple, onde todos os dispositivos tentam identificar o som “Ei, Siri”. 

Segundo a Apple “os dispositivos podem coordenar ou arbitrar entre si para decidir qual um ou mais dispositivos devem responder a uma consulta com base na distância de cada dispositivo ao usuário”.

Identificação de sons relevantes no dia a dia 

“Sistemas e métodos para identificar uma fonte acústica com base no som observado” é sobre fazer alguns dispositivos reconhecerem os sons de outros lugares e reagir a eles por nós.

“Muitos eletrodomésticos, como, por exemplo, fornos de micro-ondas, máquinas de lavar, lava-louças e campainhas, emitem sons para alertar o usuário de que uma condição do aparelho mudou”, afirma a segunda patente da Apple.

“No entanto, os usuários podem não conseguir ouvir um alerta sonoro emitido por um eletrodoméstico por uma série de razões”, continua. “Por exemplo, um usuário pode ter uma deficiência auditiva, estar fora da sala (ou em outro ambiente), ou o aparelho emitir um som abafado por uma sala doméstica.”

Além de ser um “cronômetro”, este projeto da Apple também irá identificar o som em lugares como”espaços públicos (prédios do governo), espaços semipúblicos (escritórios) e privados (residências ou edifícios empresariais)”.

Via AppleInsider.