Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Samsung anunciou uma novidade que pode alavancar ainda mais as vendas da marca, em especial da linha Galaxy: a promessa de atualizações do sistema operacional por 4 anos para smartphones e tablets das famílias Note, A, M, S, Z e XCover, lançados a partir de 2019. A posição anterior da empresa era a de oferecer atualizações mensais ou trimestrais para os aparelhos, mas somente durante os dois primeiros anos de vida útil deles.

“Os dispositivos móveis desempenham um papel tão importante em nossas vidas e é natural que queiramos mantê-los por mais tempo. É por isso que, graças aos mais recentes avanços tecnológicos, estamos comprometidos em proteger os dispositivos Galaxy por ainda mais tempo, para que tudo o que deve ser mantido protegido permaneça protegido”, avisou Seungwon Shin, vice-presidente e chefe da equipe de segurança da Mobile Communications Business, em comunicado postado no site oficial da Samsung.

publicidade

Mais do que o Google?

A novidade anunciada pela Samsung para os produtos das diversas linhas Galaxy, assegurando atualizações por 4 anos, deve colocar a empresa sul-coreana à frente do Google nesse quesito. A página de suporte do fabricante dos smartphones Pixel informa que seus aparelhos têm direito às atualizações de segurança por “pelo menos três anos”, tempo menor do que o mínimo prometido pela Samsung para seus smartphones.

A gama de aparelhos contemplada pela garantia oferecida pelo Google também é substancialmente menor quando comparada aos smartphones que terão acesso aos quatro anos de atualizações das Samsung. Ao todo, são 13 os modelos do Google que foram contemplados pelas atualizações – alguns deles já fora da cobertura desde outubro de 2019. A Samsung, por sua vez, prometeu cobrir, até o momento, 43 dispositivos – e o número aumentará assim que os novos dobráveis, como o Z Fold 3, chegarem ao mercado, possivelmente ainda em 2021.

Via The Verge

Imagem: Dan Nelson/Pexels/CC

publicidade