Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Próximo de atingir a marca dos 500 milhões de usuários, o Telegram pode ganhar uma versão paga. A mudança seria uma alternativa da empresa para manter o serviço operacional em escala global. Os planos para a monetização da plataforma foram anunciados no canal público do co-fundador do Telegram, Pavel Durov.

De acordo com Durov, o Telegram planeja dois caminhos para monetizar o serviço a partir de 2021. O primeiro será por meio de uma versão Premium para empresas ou usuários mais avançados. A ideia é que grande parte dos recursos já existentes no Telegram continuem sendo gratuitos. Assim, a versão paga atenderia às necessidades de usuários mais exigentes.

publicidade

O segundo caminho apresentado pelo cofundador é a inserção de anúncios em canais públicos, que são uma espécie de chat abertos, administrados por um indivíduo ou um grupo de pessoas. Este é um dos recursos mais populares do Telegram sendo utilizado por muitas comunidades para a discussão de assuntos que antes era restrita de fóruns e grupos de Facebook. De certo modo, o recurso também é um concorrente aos serviços do Discord.

A ideia do Telegram é exibir os anúncios no grupo utilizando um sistema desenvolvido internamente que também impossibilitará que os proprietários do canal possam inserir outras propagandas por meio de postagens. A ideia é que a interface deste conteúdo seja diferenciada do layout das mensagens.

Anúncios serão exclusivos dos grupos abertos

A publicação de Durov também deixou claro que os anúncios serão veiculados somente nos grupos abertos da plataforma e que os grupos fechados, aqueles em que o usuário só pode entrar mediante um convite do criador, estarão isentos da ferramenta.

O Telegram ainda declarou que a versão paga seria uma medida de manter a qualidade do serviço sem que seus criadores tenham que procurar investidores ou vende-la para aprimorar o serviço, algo que aconteceu com o Whatsapp, por exemplo.

publicidade
Chats de voz

As novidades divulgadas por Durov não se resumem ao futuro, mas também incluem melhorias que já estão disponíveis para alguns usuários como a função de chat de voz em grupos. O recurso semelhante ao Discord possibilita que os usuários realizem chamadas nos grupos por meio de canais. Também é possível utilizar o aplicativo em outras conversas e grupos enquanto prossegue com o bate-papo de voz.

O novo recurso já está disponível para usuários do Telegram no Android, iOS, Windows e MacOs. Novas informações sobre a versão paga da plataforma serão divulgadas em breve.

Via GSM Arena