Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

O Facebook será processado pela Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos (FTC) até o final do mês de novembro. A acusação é a de usar de práticas anticompetitivas.

Essa é a mais uma grande empreitada do Governo dos EUA contra a rede social desde que as autoridades locais começaram a ter uma fiscalização mais rígida com as companhias de internet. Recentemente, ações também foram movidas contra Apple, Amazon e Google.

publicidade
Monopólio em construção

A FTC alega que o Facebook está sendo processado por prejudicar a concorrência. A empresa estaria comprando rivais menores para manter controle sobre o mercado e dados dos usuários. Exemplos disso, segundo a ação, são as aquisições do Instagram e do aplicativo de mensagens WhatsApp.

O presidente da FTC, Joe Simons, considera que o processo pode levar anos e passar por procuradores de diversos estados americanos que também estão investigando a plataforma.

Um exemplo aconteceu em Nova York, onde a procuradora Letitia James emitiu um comunicado afirmando que as autoridades estavam “preocupadas que o Facebook possa ter colocado os dados dos consumidores em risco, reduzido a qualidade das escolhas dos consumidores e aumentado o preço da publicidade”.

Por conta da demora que um processo desse tipo pode ter, a FTC considera julgar o caso em seu tribunal interno. Desta forma, o Facebook poderia ser processado de maneira mais rápida, mas a situação ainda é avaliada.

publicidade
Problemas com as leis

A investigações contra a rede social ganharam força desde 2015, com o escândalo da Cambridge Analytica. Na época, a empresa foi condenada a pagar uma multa recorde de US$ 5 bilhões.

O Facebook nega as acusações e afirma que está sendo processado injustamente. A plataforma diz que as aquisições foram examinadas pelas autoridades americanas antes de serem realizadas e que tudo foi feito dentro da lei.

Apesar disso, a investigação da FTC descobriu que a rede social, e diversas outras gigantes da tecnologia, evitam as avaliações da comissão antes de executarem esse tipo de compra.

Via: Politico