Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Se você usa o Twitter, sabe que nos últimos meses a rede social vem ganhando várias atualizações, a maioria boas, mas a de hoje, nem tanto. Já recebemos os Spaces — pagos ou não — um novo método de verificação de contas, e mais controles de privacidade. Além disso, a empresa prepara os Super Follows e o Twitter Blue. Outra novidade que entra em testes a partir de hoje é o botão de descurtir do Twitter — que deve influenciar as conversas da plataforma.

O perfil oficial do passarinho azul anunciou que testes envolvendo o botão de descurtir foram iniciados no Twitter para iOS. Agora, os contemplados com a função poderão achá-lo de três maneiras distintas: com dedos indicando positivo e negativo, como setas para cima e para baixo, ou apenas como setas para baixo.

publicidade

publicidade
Métricas invisíveis

Montagem com telas do Twitter mostrando a função de descurtir tweets

Para tranquilizar os usuários, o Twitter informa que o botão de descurtir não revela seus números a ninguém. Nem a quem votou, nem a quem teve o conteúdo negativado, ou mesmo para outros. A influência dessa interação servirá para a plataforma entender que comentários os utilizadores julgam relevantes no espaço. Essas métricas podem servir, futuramente — por exemplo — para uma resposta mal-educada, se muito mal-avaliada, ir para o fim da lista de discussão.

Assim como os tweets de áudio, a função está recebendo testes exclusivos no iOS. As curtidas terão seus números revelados publicamente. Isto pode ajudar os usuários a favoritarem menos publicações — já que o botão hoje, informalmente, é utilizado por muitos para avaliar um conteúdo.

Vale lembrar, a rede social já foi flagrada, também, testando reações nos tweets. Soa redundante um sistema de like e dislike paralelo a um com outros espectros de avaliações. O provável é que algum destes sistemas seja abandonado durante o caminho.

Via The Verge