Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Huawei, enfim, oficializou hoje (02/06) o seu sistema operacional proprietário, o HarmonyOS. Ao lado dele, foram lançados os primeiros dispositivos com o sistema, desde relógios a tablets, além do Huawei P50, mas esse ainda não tem data certa para ser lançada. Não é o caso dos tablets, dois modelos de alto desempenho: os MatePad Pro de 12.6 e 10.8 polegadas, que chegam ao mercado chinês, que já contava com o MatePad 10.4 e o MatePad 11 apresentados ano passado, após outros lançamentos modestos da marca.

MatePad Pro 12.6

O tablet de 12.6 polegadas da Huawei chega com uma tela de 12.6 polegadas OLED de resolução Quad HD, mas apenas 60Hz de taxa de atualização. Por outro lado, há suporte para conteúdo HDR10 e cobertura de cor do padrão DCI-P3, que tem maior alcance de espectros. Com 8 GB de RAM, o processador é o Kirin 9000E, desenvolvido pela própria chinesa.

publicidade

Tablet Huawei MatePad Pro

Outras características englobam a presença de oito (!) alto-falantes da Harman Kardon, e quatro microfones que, segundo a empresa, têm alcance para ouvir a cinco metros de distância sem dificuldades. E qual seria a utilidade disso? Videochamadas. Imagine que a Huawei quer proporcionar com o MatePad Pro 12.6 um bom produto para este uso, principalmente durante a pandemia.

Tablet Huawei MatePad Pro

Com 128 ou 256 GB de armazenamento interno, ambos os modelos têm três câmeras na traseira com um sensor ToF. No MatePad Pro a Huawei colocou uma bateria de 10000 mAh que recarrega a 40W de forma cabeada, 27W sem fio, e fornece carga por indução de 10W a outros aparelhos compatíveis.

publicidade

Tablet Huawei MatePad Pro

MatePad Pro 10.8

Com um nome que, em um primeiro momento, sugere que apenas o tamanho da tela mudou, a realidade não é bem essa: para começar, o Huawei MatePad Pro 10.8 troca o painel OLED por um LCD, mas com taxa de atualização de 120Hz. Além disso, também com 8 GB e 128/256 GB, o processador é um Snapdragon 870. Para quem acha isso estranho em virtude das sanções norte-americanas, a Huawei agora pode usar chips da Qualcomm, desde que não possuam modem 5G (ou o mesmo possa ser retirado).

O modelo menor conta com uma bateria de 7250 mAh. Ambos os modelos são compatíveis com a M-Pencil da Huawei, além do teclado magnético proprietário. O MatePad Pro 12.6 terá preços iniciados em EUR 799 (R$ 4.856 em conversão direta hoje, 02/06), enquanto o 10.8 não recebeu precificação e nem regiões nas quais estará disponível.

MatePad 11

Tablet Huawei MatePad 11

Além dos tablets premium, a Huawei também anunciou o MatePad 11. Ele também não deverá decepcionar em performance, vez que traz o Snapdragon 865 com 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno. Mesmo sua tela, LCD, tem resolução Quad HD e taxa de atualização de 120Hz, assim apesar de mais barato, ele não deixa de ser uma boa opção.

Com bateria de 7250 mAh, a recarga tem potência menor: 22.5W. Aqui são “apenas” quatro alto-falantes e um sistema de câmera dupla na traseira, com frontal para selfies e videochamadas. O preço é de EUR 399 (R$ 2.472) para o mercado europeu. Como referência, é um preço mais caro do que o Tab A7 que Samsung colocou no mercado europeu recentemente, mas pelo menos é bem mais barato que o Galaxy Tab S7 FE, que apesar do Fan Edition, custa quase o dobro.

Via GSM Arena