Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Um vídeo curtinho, de exatos 12 segundos, postado no YouTube da Huawei, foi o suficiente para a marca confirmar que o HarmonyOS, sistema operacional próprio (e de “novos produtos”, não revelados), será lançado na quarta-feira da próxima semana, dia 2 de junho. Impedida de usar o Android em seus dispositivos, por conta das sanções aplicadas pelo governo dos Estados Unidos, ainda sob a presidência de Trump, a empresa passou a apostar no desenvolvimento de um SO próprio.

publicidade

A alternativa da Huawei para o sistema Android está sendo preparada para funcionar em todo a gama de produtos, desde dispositivos IoT a smartphones e computadores – e também pode ser disponibilizada a outras marcas chinesas. E a ideia dos desenvolvedores é tirar a impressão de que o HarmonyOS será apenas uma “gambiarra do Android”, como chegou a ser divulgado pelo Ars Technica em fevereiro deste ano.

A Huawei prometeu recentemente que o HarmonyOS, agora com a oficialização de que será lançado no dia 2 de junho, oferecerá recursos mais integrados entre dispositivos, uma interface do usuário adaptável e transferências de dados mais rápidas entre uma Smart TV e um tablet, por exemplo. O plano da empresa inclui ver seu sistema chegando a 300 milhões de dispositivos em 2021. Desta quantia, a meta prevê 100 milhões de unidades com o SO já instalado de fábrica, entre celulares e outros aparelhos.

O que esperar?

Em meados de abril, durante o Global Analyst Summit, Eric Xu, presidente da Huawei, já havia adiantado o que a empresa tinha em mente para o desenvolvimento do HarmonyOS, agora finalmente com data definida para ser lançado de forma oficial. Xu alegou que há 20 fornecedores de smartphones e 260 desenvolvedores de apps colaborando para a realização desse propósito específico da Huawei. Para o alcance da meta de 300 milhões de aparelhos com o HarmonyOS, a expectativa é de que 40 marcas introduzam o software em seus produtos, resultando em cerca de 100 milhões de novos dispositivos integrados ainda este ano.

Imagem mostra executivo da Huawei, que confirmou que o HarmonyOS será lançado no dia 2 de junho

Divulgação/Huawei

O primeiro smartphone da marca a ser equipado com o sistema operacional criado para ser uma alternativa ao Android, provavelmente será o Huawei P50. Uma imagem postada no Weibo, principal rede social da China, há aproximadamente um mês, revelou o suposto design do flagship, com a frase ‘Powered by Harmony OS’ escrita na traseira do smartphone.

publicidade

Além de smartphones, a Huawei também deve implementar o HarmonyOS em tablets, televisores smart e outros wearables. A expectativa, inclusive, é que o Huawei Watch 3, nova geração do smartwatch da marca, também seja lançado no dia 2 de junho já com o HarmonyOS devidamente instalado no acessório inteligente.

Via Android Authority