Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Para facilitar a vida dos desenvolvedores, a Huawei está liberando uma ferramenta de código aberto para converter apps mais facilmente dos serviços móveis do Google para sua loja, a AppGallery.

Para quem não se lembra, A Huawei segue trabalhando com uma série de embargos dos Estados Unidos. Saiu Trump, e Joe Biden não parece querer rever a briga com a fabricante chinesa. Desde o começo do embargo, a marca precisou de muitos esforços para se libertar do Google, o que levou a criação da AppGallery.

publicidade

Adesão dos devs é essencial para AppGallery

A adesão de desenvolvedores a uma plataforma é crucial para seu sucesso, com o Windows Phone sendo um bom exemplo disso. Como não pode mais trabalhar com a Play Store, a Huawei vem colocando muito dinheiro na sua nova loja oficial de apps, inclusive em formas para reduzir a burocracia quanto a adaptações que precisam ser promovidas nos softwares. A mais nova ferramenta da Huawei para a AppGallery é a Choice SDK, que permite que devs convertam com alguns cliques serviços Google em serviços Huawei Mobile.

A ferramenta de converter apps da Huawei consegue substituir serviços Google de geolocalização, login, métricas, mapas e mensagens na conversão para a AppGallery. Muitas vezes um app utiliza uma série de códigos já pré-existentes do Google para funcionar, mas isso não seria autorizado em dispositivos da chinesa. Assim, a ferramenta oferece inteligência o suficiente para analisar profundamente esses apps e promover as mudanças necessárias para que sua publicação na AppGallery seja inquestionável.

A nova ferramenta de código aberto da Huawei para a AppGallery é uma arma interessante para enfrentar a gigante de Mountain View. Assim, a fabricante parece não cometer erros que outras marcas já cometeram, o que as levou a deixar de lado o desenvolvimento de sistemas operacionais proprietários.

Neste caso, a Huawei é basicamente obrigada a criar seu próprio SO, e parece estar tranquila quanto a isso. Inclusive, o HarmonyOS poderá chegar a 300 milhões de dispositivos em 2021. Nas suas entranhas continuaríamos tendo Android, mas completamente afastado de qualquer coisa que envolva o Google.

publicidade

Via Android Authority