Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O Realme 7, o primeiro celular 5G da Realme no Brasil, começou as vendas ontem (12) exclusivamente nas lojas Americanas.com e, em um dia, bateu o recorde de vendas da plataforma na categoria smartphone. O aparelho foi anunciado pelo e-commerce como o 5G mais barato do país, vendido a R$ 1,899 durante a pré-venda e custando R$ 2,599 a partir de hoje.

Conforme mencionamos nas primeiras impressões do aparelho por aqui, o Realme 7 5G de fato é um aparelho sólido, um intermediário com configurações melhores que seus rivais. O smartphone vem equipado com o processador MediaTek Dimensity 800U, com 128 GB de armazenamento e 6 GB de RAM. Pesando 195g, vem com uma tela de 120 Hz, conjunto quad-câmera, bateria de 5000 mAh e carregador de 30W.

publicidade

Com lançamento mundial em novembro do ano passado, o Realme 7 5G chegou por aqui após a empresa anunciar sua entrada no mercado brasileiro. A fabricante chinesa já tinha planos de introduzir seus aparelhos 4G e 5G no Brasil, com acessórios para smart home e outros produtos AIoT (Inteligência Artificial das Coisas).

Um rumor indicava que a empresa iria lançar o seu sucessor, o Realme 8, em nossas lojas no início de março, mas isso acabou não se confirmando. O produto já teve lançamento mundial no fim do mês passado, mas até o momento, segue sem previsão de chegada por aqui.

Realme quer abrir espaço para o 5G

Ao que tudo indica, o recorde de vendas do Realme 7 é parte do plano da empresa de se instaurar como a “Democratizadora do 5G” no Brasil. Em uma carta aberta, o CEO da companhia, Sky Li, afirmou que estes aparelhos “representarão 70% de seu portfólio global em dois anos”, priorizando os mercados da Índia, Sudeste Asiático e Europa. Considerando sua chegada recente no Brasil, é bem provável que o nosso país também faça parte do planejamento da empresa.

Na carta, Li informou também que a Realme planeja criar sete equipes de Pesquisa e Desenvolvimento no novo padrão de rede 5G. Além disso, direcionará 90% de seus recursos financeiros, com um adicional de US$ 30 milhões, exclusivamente para investimento na tecnologia.

publicidade