Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Reiterando vazamento anterior, parece que a tela do iPhone 13 trará mesmo altas taxas de atualização, ao menos em modelos selecionados. Fonte confiável na indústria, o Digitimes traz a informação que painéis da Samsung e LG permitirão essa novidade na próxima geração de smartphones da Maçã. Vale lembrar que o mesmo rumor circulou no ano passado, mas não se concretizou na linha iPhone 12.

Ao menos a tela dos iPhone 13 Pro e Pro Max trará tecnologia LTPO. Ela trabalha de forma dinâmica para não alcançar a frequência máxima a todo momento, se adaptando durante a baixa demanda para frequências de 10Hz ou menos, e em jogos ou outras tarefas mais dinâmicas para até 120Hz. Isso gera economia de bateria, já que o iPhone não precisará desperdiçar autonomia exibindo a área de trabalho ou tela de bloqueio a 60Hz, ou mais.

publicidade
Sem afetar autonomia de bateria

Segundo o veículo, é esperado um ganho de eficiência energética entre 15% e 20%. Analisando por essas informações, e lembrando que a autonomia dos iPhone 12 Pro e Pro Max são boas, a Maçã pode enfim estar superando o medo de retornar aos tempos de celulares de pouca autonomia, se sentindo mais segura para implementar painéis com alta taxa de atualização.

Vale lembrar que desde o ano passado o iPhone acumula novidades interessantes: o painel OLED se tornou realidade em todos os modelos, assim como conectividade 5G, além da criação de um modelo menor, que não está se saindo bem em vendas. Como o iPhone 13 normal e o iPhone 13 Mini (caso ele realmente exista) não são mencionados, fica cada vez mais distante a possibilidade deles também adotarem tela LTPO.

Além desse tipo de tela energeticamente eficiente, os novos iPhone 13 trarão o chip Apple A15, produzido em processo litográfico de 5nn. A fabricação massiva do novo chip foi antecipada para o final de maio. A oficialização dos novos celulares deverá ocorrer em setembro.

Via Tom’s Guide

publicidade