Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Apple pode ter muitos produtos de imenso sucesso, mas do ponto de visto mercadológico, o iPhone 12 Mini definitivamente não foi um deles, e o pequeno (e poderoso) smartphone acabou se tornou um fracasso na história da empresa. Mesmo trazendo o apelo da marca e o processador A14 Bionic em corpo mais compacto — além de uma tela Super Retina XDR e a conectividade 5G — o dispositivo não emplacou mesmo com todos os esforços da Apple, e assim a empresa de Cupertino resolveu a diminuir sua produção.

Segundo fontes do mercado financeiro, de novo a Apple está cortando a estimativa de vendas nos Estados Unidos e solicitando que suas parceiras e fornecedoras — como a Foxconn — coloquem mais esforços em modelos como os iPhone 12 e 12 Pro. O fracasso do iPhone 12 Mini pode ser responsável por uma diminuição de 20% nas expectativas de vendas da Maçã, que agora estaria trabalhando com uma estimativa de produzir 75 milhões de smartphones até junho.

publicidade
iPhone SE x iPhone 12 Mini

Para alguns pode ser surpreendente o fracasso do iPhone 12 Mini quando o iPhone SE — lançado em 2020 — se saiu bem em vendas. Algumas diferenças, porém, foram cruciais para o bom desempenho deste.

O iPhone SE foi precificado bem menos caro que o 12 Mini (US$ 399 x US$ 729, ou ainda R$ 3.699 x R$ 6.999), além de ter o apelo do visual clássico do iPhone, incluindo o botão Touch ID. O dispositivo chegou com uma estrada muito bem pavimentada para atrair toda uma geração usuária do iPhone 6s e posterior, que estava ávida por um produto que não custasse verdadeira fortuna.

Não é a hora dos minis?

Quem acabou se empolgando com a oficialização do iPhone 12 Mini, e agora vê seu fracasso, deve se preparar para não ver novas iniciativas do tipo a curto e médio prazo. A Apple, inclusive, não foi a única a apostar em um celular mais compacto nos últimos anos: a Samsung fez o mesmo com o Galaxy S10e.

Como muitos podem observar, nem a geração S20 ou S21 recebeu um modelo “pocket”, o que já era um sinal de que a decisão da Samsung pelo S10e não resultou em um sucesso que justificasse uma nova geração do mini flagship.

publicidade

Ambos iPhone 12 Mini e S10e são bons smartphones e, graças ao fato de serem tops de linha, ainda ficarão no mercado por alguns anos. Essa é a hora de quem deseja um aparelho compacto correr atrás de um, e garantir logo o seu. Não parece que as fabricantes seguirão motivadas a apostar em celulares que são tão pequenos em tamanho quanto são em termos de lucro.

Via The Verge e Nikkei