Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A rede social da vez tem pouco mais de um ano de idade, mas explodiu nesses meses e já está avaliada em US$ 1 bi, o que dá quase R$ 5,5 bi. O céu parece o limite para o Clubhouse e, para isso, está levantando fundos de seus investidores para alcançar uma quantia de quatro vezes seu valor atual.

Nesse pouco tempo de vida, o app de salas de conversa por áudio já conseguiu a presença de famosos como Kanye West, Jay-Z, Elon Musk e até o presidente da Rússia. E não foi só figuras públicas que se interessaram pelo app. A empresa por trás do Clubhouse viu seu valor de mercado crescer graças aos investidores que conseguiu atrair.

publicidade
Destino para os 4 bilhões de dólares

Com esse cenário, é possível projetar um crescimento do app. E, com isso, imaginar o que Paul Davison e Rohan Seth, seus desenvolvedores, pretendem com a grana.

O crescimento do Clubhouse assustou as grandes redes sociais já estabelecidas, fazendo com que cada uma corresse para criar sua própria ferramenta de salas de chat por áudio. Assim foi com o Twitter, Facebook e outras. Além disso, o app ainda está restrito ao iOS por estar testando funcionalidades e mercado. O aplicativo também já passou por complicações técnicas que abalaram a sua segurança.

A empresa por trás do Clubhouse já havia falado que iria trabalhar para melhorar a segurança de seu aplicativo e garantir que as conversas não seriam gravadas nem interceptadas. Existe a possibilidade da empresa querer investir no crescimento da equipe para poder lidar com a criação na versão para o Android, o que vai ampliar em muito sua demanda.

Além disso, os desenvolvedores podem querer criar algo que possa dar força ao app para concorrer com as grandes redes sociais, e o Clubhouse levantando fundos pode estar ligado também ao fato de que eles pretendem criar um mecanismo para usuários pagarem aos criadores de conteúdo.

publicidade

Via Reuters

Imagem: William Krause/Unsplash/CC