Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Queda considerável no uso do Messenger do Facebook, queda no interesse do uso do WhatsApp para pagamentos e aumento de usuários do Telegram. Esses são alguns dos resultados coletados por uma pesquisa independente produzida por uma parceria entre o site Mobile Time e a empresa Opinion Box. Realizada em janeiro de 2021, a pesquisa Panorama sobre Mensageria Móvel no Brasil entrevistou online cerca de 2 mil pessoas que acessam a internet e usam smartphone e possui grau de confiança de 95%.

De acordo com os resultados, o WhatsApp teve queda no percentual de uso diário (daqueles que abrem o app pelo menos uma vez por dia), de 95% para 86% nos últimos seis meses. Todavia, apesar da ligeira queda de 1% com relação ao ano de 2020, o WhatsApp está em 98% dos smartphones no país, permanecendo em larga liderança entre as ferramentas de bate-papo.

publicidade

Em grande crescimento, o Telegram teve um aumento muito expressivo de usuários e, depois de estar em 27% dos aparelhos brasileiros no ano passado, agora está instalado em 45% dos smartphones do Brasil. Já faz parte dos aparelhos de quase metade dos usuários, entretanto, ainda não possui um engajamento tão alto. Apenas 23% das pessoas abrem o app diariamente, um volume quase parecido com os 18% que quase nunca abrem o Telegram.

Insatisfação com WhatsApp

A pesquisa traz também uma informação a respeito da insatisfação das pessoas com relação às novas políticas de compartilhamento de dados do WhatsApp, quando houve inclusive manifestações de pessoas sugerindo a migração do app para rivais como o próprio Telegram e o Signal. Este último, aliás, chegou a ser promovido por Elon Musk e foi inserido na pesquisa pela primeira vez. O Signal está presente em 12% dos smartphones brasileiros e sofre do mesmo problema de engajamento que sofre o Telegram.

Quanto à atualização do WhatsApp, ela ocorrerá em 15 de maio e as informações dos usuários do app de bate-papo serão compartilhadas com o Facebook. E por falar na rede social de Mark Zuckerberg, o Facebook Messenger caiu 4% no último ano entre os usuários e agora está instalado em 75% dos smartphones brasileiros.

Caio Borges, diretor de vendas da Infobip, uma plataforma de comunicação global que conecta negócios a experiências de consumo inovadoras em escala, afirma que a tendência é de que os apps de bate-papo concorrentes do WhatsApp continuem crescendo. Para Borges, o aumento de usuários do Telegram e até do Signal vai de encontro com as necessidades de segurança e variedade na hora de ser feita a comunicação.

publicidade

Por ora, de acordo com a pesquisa, o Whatsapp segue sendo o meio preferido de conversas entre os aplicativos de mensageria, inclusive quando é necessário conversar com marcas e empresas. Como dissemos no início, houve uma queda expressiva no último ano, de 66% para 54% entre aqueles que gostariam de usar o WhatsApp Pay (ferramenta para transações financeiras do app a ser lançada após receber autorização do Banco Central). Apesar disso, 76% das pessoas se comunicam com marcas e empresas através do WhatsApp.

Via Olhar Digital

Imagem: Almas Alisolla/Pixabay/CC