Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

O Google assinou um contrato multimilionário com o conglomerado editorial Seven West para que empresas jornalísticas da Austrália liberem acesso a seus conteúdos por paywall no Google News Showcase. O acordo, de US$ 30 milhões, pode ser o fim nos últimos conflitos da Alphabet com o mercado de notícias australiano.

Os títulos da Seven West disponíveis incluem os diários The West Australian, Geraldton Guardian, Kalgoorlie Miner e PerthNow. Os quinzenários Albany e Broome Advertiser, o jornal comunitário Harvey-Waroona Reporter e os conteúdos do canal 7NEWS também estarão disponíveis no app.

publicidade

Ao que parece, o acordo do Google com as empresas jornalísticas é uma forma de evitar que o governo australiano continue seus planos de cobrar as big techs pelo acesso às notícias. Ainda não é claro se a versão final da lei cobraria do buscador, ou do News Showcase.

O News Showcase, que estreou recentemente na Argentina e Reino Unido, já está disponível em doze países, incluindo o Brasil. Nestes países, os acordos incluem veículos como o Financial Times, Reuters e Le Monde Diplomatique.

Pagando para ver

O Google ameaçou deixar o país depois de desentendimentos com o governo australiano, que estava regulamentando uma lei para que empresas de tecnologia pagassem pelas notícias. Já as empresas jornalísticas reclamaram que a gigante de pesquisas estava ocultando notícias locais propositalmente – o que era parte do teste do News Showcase. Ao que parece, o impasse entre o Google e as empresas jornalísticas chega ao fim com esse acordo.

À espreita da saída do navegador, os concorrentes se alvoroçaram para ocupar o lugar do Google, com a Microsoft indo até o governo australiano para sugerir o Bing no lugar. A gigante da Alphabet, no entanto, não assistiu tudo calada, e acusou a empresa de Bill Gates de estar ansiosa para ter inimigos.

publicidade

Via Business Insider

Imagem: Tero Vesalainen (Shutterstock)