Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Se você utiliza guias anônimas no Chrome é porque não quer ninguém saiba o que foi acessado por lá. Isso impede que as guias fiquem no histórico de navegação, mas não que alguém simplesmente abra seu celular e veja (se estiverem abertas). Para dar uma camada extra e privacidade ao sistema, o Google está desenvolvendo uma função que pode bloquear essas páginas no iOS usando o Touch ou o Face ID.

Basicamente, a guia anônima protegida irá permanecer presente no aplicativo, mas ficará desfocada até que o usuário confirme sua identidade. A ideia é dar mais segurança a navegação do Chrome no iOS usando o Touch ou o Face ID, permitindo o usuário abrir outro aplicativo ou até mesmo deixar o smartphone de lado sem fechar a aba.

publicidade

Essa não é a primeira vez que algo do tipo aparece em um serviço do Google, o Google Drive possui um sistema em que é possível proteger os acessos aos arquivos com uma autenticação por biometria digital ou reconhecimento facial.

Segurança no iOS

A nova função do Chrome no iOS também pode ser útil caso queira que deixar outra pessoa usa seu iPhone, dessa forma suas abas de navegação ficaram protegidas com o Touch ou o Face ID enquanto outro usuário pode usar outra guia normalmente.

O recurso aprece no beta do aplicativo para iOS. Apesar disso, ele não está disponível para todos que possuem a versão de testes do navegador. Ainda não é possível saber para quais modelos do iPhone ele estará disponível e nem se algo do tipo é planejado para o Android.

Pode parecer estranho o Google lançar um recurso para seu navegador em um sistema operacional concorrente antes de disponibilizar para seu próprio OS, mas não é a primeira vez que isso acontece. Recentemente o Chrome começou a testar uma função de salvar textos para ler depois no Android, algo que já estava disponível para os smartphones da Apple há algum tempo.

publicidade

Via 9to5Google

Imagem: Pexels (Pixabay)