Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Os rumores são reais. Para Gene Munster, profundo conhecedor das duas marcas e que é sócio-gerente da consultoria de investimentos Loup Ventures, em entrevista à CNET, a resposta é clara: A Apple vai entrar no mercado automotivo (e concorrer com a Tesla) muito em breve.

Munster não se referiu especificamente aos boatos de que a Kia Motors ou a Hyundai estariam fechando uma parceria com a Apple para a fabricação do futuro Apple Car, mas foi direto ao projetar o futuro e vislumbrar a concorrência com a Tesla. “Está muito claro que a Apple tem a ambição de construir um carro. Isso não estava claro seis meses atrás”, sintetizou.

publicidade
Rivalidade ou parceria?

O analista também foi questionado sobre qual motivo levaria uma empresa já consolidada e referência em um setor, como a Apple, simplesmente se aventurar em uma área totalmente nova, ainda mais para bater de frente com uma das melhores do segmento, como hoje é considerada a Tesla, do bilionário Elon Musk.

“O que mantém as companhias de tecnologia acordadas é o crescimento, e a magnitude desse mercado é maior do que qualquer coisa que a Apple já vislumbrou antes. É um mercado direcionável”, opinou. Por conta da ambição das empresas do ramo, Gene Munster praticamente enterrou um breve boato que surgiu, indicando que ao invés de se tornar concorrente da Tesla, a Apple se juntaria a ela para o desenvolvimento de novos carros.

Segundo Munster, tanto Tesla quanto Apple “são implacáveis” quando se trata de assumir o controle de produtos que levam seus nomes. Por conta disso, a especulada fusão jamais daria certo. “Eu acho é que a Apple é a maior concorrente que a Tesla ainda terá que enfrentar”, concluiu.

Imagem: iPhone Digital/Flick

publicidade