Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Donald Trump Jr., primeiro filho do presidente dos Estados Unidos (de saída do cargo), resolveu comprar a briga do pai (uma delas, isto é). Após ver a rede social Parler, adotada pela extrema direita, ser bloqueada na App Store e na Play Store, escolheu o bilionário Elon Musk, CEO da Tesla, como aliado para salvar a “livre expressão”.

Em um vídeo publicado em sua conta no Instagram, Trump Jr. sugeriu a Elon Musk a criação de uma rede social própria. Desta forma, segundo a linha de raciocínio do filho do presidente dos Estados Unidos, as pessoas poderiam se manifestar sem temer a “censura”, algo que, em sua visão, vem acontecendo com os sequenciais bloqueios – e banimentos – das contas de Trump e seus seguidores no Facebook, Twitter, Snapchat e outras redes sociais.

publicidade

“Se há alguém que pode fazer isso acontecer, imagino que ele possa. Se Elon Musk consegue mandar pessoas para o espaço em segredo, tenho a certeza de que também pode criar uma rede social que não seja tendenciosa”, apostou. “Acho que muitos americanos adorariam isso e apoiariam com todo o coração”, completou Donald Trump Jr., clamando publicamente pela ajuda de Musk para que uma nova rede social seja criada.

Musk disparou contra banimento da Parler

No início desta semana, pouco depois de sugerir aos seus milhões de seguidores que trocassem o WhatsApp pelo Signal, Musk usou o Twitter para manifestar sua insatisfação:

“Muitas pessoas ficarão descontentes em ver a alta tecnologia da Costa Oeste funcionando como o árbitro de fato da liberdade de expressão”, postou, em resposta a uma reportagem do site Babylon Bee.

Musk, geralmente da língua solta, ficou meio em cima do muro nas últimas eleições. Não deu qualquer indício de, apesar das críticas ao Vale do Silício, tenha em mente a criação de uma rede social que atenda aos clamores da família republicana e seja, segundo Trump Jr, melhor do que o Twitter. Que “é uma rede social que cuida do discurso de ódio e das chamadas de violência com árbitros e verificadores neutros de verdade”.

Via The Next Web

Imagem: Gage Skidmore/Wikimedia Commons/CC