Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Os números divulgados pela Digitimes sobre as vendas do iPhone 12 confirmaram a alta demanda pelos flagships da Apple desde o seu lançamento. De acordo com o relatório mais recente, até o 4º trimestre de 2020, foram 18 milhões de remessas da família, composta por iPhone 12, 12 Mini, 12 Pro e 12 Pro Max. Os números das vendas do iPhone elevaram a participação de mercado da Apple na China para 20% no período em questão. Só quem ficou para trás foi o 12 Mini, com vendas abaixo do esperado.

O relatório divulgado pela Digitimes informou também que o crescimento da Apple, impulsionado pelas vendas dos novos modelos do iPhone 12, impactou diretamente nos resultados das concorrentes locais. Xiaomi, Huawei, Oppo e Vivo, que respondiam por 90% do mercado, viram a participação ser reduzida para 78% no 4º trimestre, por influência justamente do bom desempenho da marca da Maçã.

publicidade
Desempenho do iPhone nos últimos anos

Os números alcançados nas vendas pelos novos modelos do iPhone 12 em 2020 são ainda mais impressionantes quando comparados ao desempenho das versões anteriores do flagship da Apple. No final de 2019, o iPhone 11 vendeu pouco mais de 10 milhões na China, números inferiores aos registrados em 2018 pelo iPhone 10, que teve 11,5 milhões de unidades negociadas.

A participação de mercado da Apple com as vendas dos modelos antigos do iPhone também era mais baixa. Ela flutuava entre 8% e 11,8% e, agora, com a família iPhone 12, acompanhou o salto no gráfico, alcançando duas dezenas e se firmando como ameaça às fabricantes locais de flagships. A compatibilidade com redes 5G, presente na linha iPhone 12, foi destacada nos relatórios como um passo importante para a Apple alavancar as vendas dos seus mais novos smartphones.

A alavancada nas vendas certamente vem em boa hora, já que a Apple divulgou, recentemente, que a produção do iPhone 12 é cerca de 21% mais cara do que a do modelo anterior para a empresa. O aumento nos custos de produção está atrelado a três fatores principais: a tela, os componentes que possibilitam a conexão 5G e aqueles produzidos pela própria Apple, como o processador A14 Bionic.

Via PhotoArena e MacRumors

publicidade