Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O Instagram adicionou suporte para uma ótima novidade da Apple. É o formato ProRaw, uma espécie de meio-termo entre o formato HEIC do iPhone e o formato RAW, disponível em câmeras profissionais. Com o ProRaw, é possível ter um controle maior com as câmeras do iPhone 12 Pro e 12 Pro Max na edição das cores, do balanço de branco e da exposição de uma imagem.

Como citamos aqui, o suporte ao ProRAW no iPhone 12 Pro e iPhone 12 Pro Max foi incluído com o iOS 14.3 lançado pela Apple. O formato ProRAW pode ser usado quando as câmeras dos dois modelos estão nos modos Smart HDR, Deep Fusion ou no modo noturno (Night mode). E é possível notar uma diferença nas fotos ProRAW feitas com os novos modelos Pro da linha iPhone 12? Segundo testes feitos pela CNet e GSMArena, a resposta é sim.

publicidade

 

Novidade anunciada em um tweet de um desenvolvedor do Instagram

publicidade

A notícia da compatibilidade de fotos ProRaw dos novos iPhones 12 Pro e 12 Pro Max com o Instagram foi compartilhada em um tweet publicado por Tim Johnsen, um dos desenvolvedores do Instagram. Na mensagem, ele também explicou que as fotos do ProRAW no formato DNG não podem ser editadas no Instagram, porque não existem ferramentas de edição no aplicativo.

Segredo está na edição

O que o suporte vai fazer é a conversão do formato ProRAW DNG para JPEG, que é a configuração mostrada no Instagram. As fotos podem ser editadas no app Photos da Apple, ou em um aplicativo de terceiros. As imagens em ProRAW geralmente são pesadas e podem chegar a cerca de 25 MB. Mas, se o usuário quiser tirar o máximo proveito do formato, o desenvolvedor recomenda o uso de aplicativos específicos para editar as imagens ProRAW antes de enviá-las. Ele sugeriu usar o Darkroom. Em seguida o Instagram fará a compactação da imagem e conversão em JPG.

Esse formato de imagem é bem interessante para fotógrafos mais experientes, que por norma preferem fotografar em RAW, pois não se dão muito bem com as automatizações permitidas pelos dispositivos. O importante nestes casos é que as imagens podem ser abertas em um software de edição, onde o fotógrafo ajusta manualmente uma infinidade de parâmetros, até que a foto fique perfeita, de acordo com o seu objetivo.

Via MacRumors

Crédito da imagem: SL/iStock