Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Xiaomi está mantendo o crescimento dos últimos anos e se tornou a segunda marca de smartphones com o maior número de vendas no mundo. A Samsung mantém a liderança, mas a diferença para o segundo colocado reduziu. Os dados são da última pesquisa do Market Monitor da Counterpoint feita no segundo trimestre de 2021, e confirmam o que mostramos ontem, em um relatório de outra consultoria.

Apesar do bom número de vendas da chinesa, as remessas de novos celulares no mundo caíram cerca de 7% no primeiro semestre de 2021. Isso é uma consequência direta da falta de componentes causada pela Covid-19, que ainda deve afetar o mercado por mais um tempo.

publicidade

A Samsung lidera com 58 milhões de remessas. Mais do que os 54 milhões do fim do ano passado, mas bem menos do que os 76 milhões do segundo semestre de 2019. O crescimento mais expressivo é da Xiaomi, que passou de 26 milhões para 53, bem próxima da sul-coreana.

A Apple, apesar de ter passado para o terceiro lugar, bateu recorde de vendas, muito pela alta demanda do iPhone 12. A única empresa dos EUA na lista forneceu 49 milhões de remessas, mais do que o registrado em todos os outros períodos analisados desde 2015. Completam o ranking ainda outras duas chinesas: a OPPO e a Vivo.

gráfico mostrando vendas do mercado de smartphones

Xiaomi em crescimento

“Embora a Samsung tenha mantido o primeiro lugar, sua participação no mercado caiu mais de 3% para 18% no 2º trimestre de 2021. As remessas caíram devido à fraca demanda sazonal em algumas de suas principais regiões, como como Índia, América Central e Latina, e Sudeste Asiático, seguido por interrupção da produção no Vietnã devido ao COVID-19. A Xiaomi teve o melhor trimestre de sua história, pois conseguiu aumentar sua participação de mercado na China, Sudeste Asiático e Europa, se tornando a segunda maior marca do mundo”, explica o diretor de Pesquisa Tarun Pathak.

publicidade

“Mesmo que a Apple tenha caído para o terceiro lugar, conquistou vendas recordes no segundo trimestre graças à persistente demanda e oferta de sua série do iPhone 12. A Oppo e a Vivo mantiveram seus lugares entre os cinco primeiros, à medida que a Oppo continuou se expandindo para os mercados estrangeiros e a Vivo conseguiu liderar o mercado da China pelo segundo trimestre consecutivo”, completa ainda.

Falando em receitas, a Apple continua sendo a empresa com a maior participação no lucro do mercado de smartphones e lidera com folga. Isso se dá pelo preço mais elevado do iPhone 12. A americana foi responsável por 41% da arrecadação durante o primeiro semestre. Só como comparação, a segunda colocada Samsung teve 15%, enquanto a Xiaomi, segunda maior marca em vendas no mercado de smartphone teve cerca de 9%.

gráfico mostrando faturamento do mercado de smartphones