Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Como previsto, a ZTE acaba de lançar o Axon 30 5G, smartphone que inaugura a segunda geração de câmera sob a tela da empresa. Seu antecessor, o ZTE Axon 20, foi o primeiro celular a contar com a tecnologia, mas não conseguiu estar à altura das expectativas.

Esperava-se, então, que a empresa conseguisse resolver os problemas apontados pela crítica com esse novo smartphone. E essa esperança não era sem justificativa, já que a ZTE havia demonstrado no início do ano a segunda geração desse tipo de câmera. Será que foi o caso?

publicidade

Imagem mostra o ZTE Axon 30 de costas e de frente, acima de uma plataforma e à frente de um fundo esverdeado

Além da estreia da nova versão da câmera sob a tela, o novo smartphone possui uma série de melhorias em relação ao ZTE Axon 20. Tanto a tela quanto o poder de processamento ficaram melhores e, é claro, o smartphone mantém o suporte ao 5G de seu antecessor.

Câmeras se destacam no novo ZTE

Em relação à nova câmera sob a tela, as principais novidades dizem respeito à sua visibilidade. Isso porque uma das principais reclamações estéticas a respeito do ZTE Axon 20 era de que a câmera frontal não era tão bem escondida quanto deveria ser. Era possível, então, visualizar um quadrado mais escuro do que o resto da tela, o que incomodava os usuários e inutilizava o propósito de invisibilidade de uma câmera desse tipo.

De acordo com a ZTE, entretanto, isso foi devidamente solucionado agora. Se é realmente o caso ou se seremos surpreendidos conforme o ZTE Axon 30 for utilizado e resenhas começarem a aparecer, ainda é cedo para saber. De qualquer jeito, a área ocupada pela tela sobre a câmera tem uma densidade de pixels inédita e bem alta: 400 DPI, o que talvez indique a seriedade da empresa em ouvir as críticas.

publicidade

O sistema de câmeras traseiro, no entanto, permanece com quatro câmeras: a principal com 64 MP, uma grande angular de 120º, uma com lente do tipo macro de 3 cm e um sensor de profundidade. Mesmo assim, a ZTE traz como novidade a possibilidade de tirar fotos com mais de uma câmera simultaneamente. Segundo a empresa, essa função foi pensada para dar ao usuário mais perspectivas possíveis para suas fotos. Além disso, a gravação de vídeos também foi facilitada, já que o ZTE Axon 30 conta com uma série de efeitos pré-programados nos modos de filmagem.

Nova tela, novo processador e nova bateria

Além disso, a tela AMOLED de 6,92 polegadas do novo smartphone tem taxa de atualização de 120 Hz e uma taxa de resposta ao toque de 360 Hz, uma ótima novidade para quem pretende jogar com ele. A tela, aliás, tem uma resolução de 20.5:9 e profundidade de cores de 10 bits, que tornam o celular uma boa maneira também de ver filmes.

Imagem mostra a traseira do ZTE Axon 30, na cor preta

O Snapdragon 765G do Axon 20 foi substituído pelo Snapdragon 870G, com frequência máxima de 3.2 GHz. Mas uma adição interessante é a tecnologia capaz de fazer com que a memória RAM total do dispositivo chegue a 5 GB, graças à combinação dela com a memória de armazenamento.

O ZTE Axon 30 conta também com uma bateria de 4200 mAh com carregamento rápido de 55W e está disponível em duas cores: azul e preto. Apesar de ter sido lançado somente na China, a empresa assegura que uma versão global será lançada em setembro.

Via Pocket Now