Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Trazendo novos detalhes da sua fusão com a Oppo, a OnePlus publicou no seu fórum oficial um comunicado para esclarecer que, no mercado global, seus celulares continuarão sendo lançados com a interface de Android personalizada OxygenOS. Veio de brinde um compromisso mais longo de atualizações — que inclui três anos de upgrades do sistema operacional para seus topos de linha.

A empresa justificou o maior suporte aos seus smartphones graças à junção dos recursos humanos entre ela e a Oppo. Nisto, a fabricante também declarou que conseguirá lançar novos firmwares em tempo mais ágil — e eles incluirão serviços e otimizações do ColorOS. Para o usuário, porém, a experiência de software deverá ser a mesma, sem que ele perceba as melhorias que estariam sendo implementadas em segundo plano.

publicidade

Assim, todos os flagships da OnePlus (incluindo variantes terminadas em T ou R) contarão com três anos de atualização do Android — e quatro para pacotes de segurança. Com a decisão, a marca firma o mesmo compromisso da Samsung para seus produtos mais populares.

Modelos Nord N têm calendário precário

Adicionalmente, os intermediários da família Nord e Nord CE contarão com duas grandes atualizações de sistema — e três anos para pacotes de segurança. Já os modelos da série Nord N terão uma única atualização do Android — e também 36 meses de suporte para a segurança do dispositivo.

A OnePlus declara que a nova política de até três anos de atualizações do sistema vale para as famílias OnePlus 8 ou superior. A Oppo, há algum tempo, também havia se comprometido com uma janela de suporte razoavelmente longa para alguns aparelhos. Agora, ao lado da Samsung e Google, as chinesas estão se posicionando como as marcas que mais garantem “sobrevida” de software aos seus celulares.

publicidade