Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

O Xperia 1 já está na sua terceira geração, e a Sony parece gostar da linha, já que já está planejando a quarta. O top de linha da Sony é em parte responsável pela melhora financeira da divisão de smartphones da japonesa, que nos últimos anos teve um catálogo mais enxuto, dividido entre flagships e intermediários. Sua construção interna, porém, parece ser um desafio: o celular recebeu uma nota mediana em aspectos de reparabilidade, indicando pouca facilidade para alguns ajustes técnicos.

Desta vez, porém, não foi o iFixit que fez a avaliação: o canal PBKreviews destrinchou o Xperia 1 III em sua bancada e lhe deu nota 6 de reparabilidade. O primeiro problema na abertura do celular é o difícil manejo do cabo que conecta o conjunto traseiro de lentes à placa-mãe. Também é possível ver como o sensor telefoto ocupa bastante espaço. Um ponto positivo, porém, é que os parafusos são todos no padrão philips.

publicidade

A segunda dificuldade é o design de camada dupla da placa-mãe, ou seja, o técnico precisa manejar este pedaço do Xperia 1 III com muito cuidado, pois do outro lado há hardware como processador, memória, armazenamento interno, sensor de proximidade, e outros. Outro aspecto que dificulta o reparo mais simples é a infinidade de cabos flexíveis do aparelho, principalmente na região inferior, exigindo bastante precisão durante os trabalhos para não danificá-los.

Tela de fácil acesso

Outro elogio sobre a reparabilidade do Xperia 1 III foi feito projetando eventuais problemas de tela: o acesso ao cabo conector do display não exige nada além da retirada da tampa traseira, já que ele fica localizado na área inferior, ao lado do motor vibratório. Depois disso, é possível substituir o painel sem mexer nos outros componentes internos do smartphone.

Anunciado a impressionantes US$ 1,3 mil, o Xperia 1 III ainda não está nas prateleiras — mas deverá fazê-lo em julho. No Brasil, infelizmente, ele não desembarca: já há algum tempo a Sony suspendeu as atividades dos produtos Xperia no país, e neste ano encerrou até mesmo a produção de Smart TVs, câmeras, e acessórios de som em território nacional.

publicidade

Via GSM Arena