Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Planejada há algum tempo, o Bulletin está sendo oficialmente anunciado pelo Facebook como a ferramenta de newsletter da rede social de Mark Zuckerberg. O anúncio chega em tempos de Twitter também iniciando seus trabalhos com a holandesa Revue, focando nos escritores independentes e jornalistas.

O app não faz parte do aplicativo principal do Facebook, possuindo seu próprio site e marca. Porém, usará as ferramentas de distribuição da rede social. Os boletins serão integrados à página do redator no Facebook, permitindo a publicação em diversos formatos de multimídia, incluindo fotos, vídeos ao vivo e histórias.

publicidade

A plataforma já fez parceria com alguns redatores e criadores para os testes e acompanhamento deste início de lançamento. Segundo o Facebook, o Bulletin visa oferecer suporte na criação de conteúdos informativos que vão desde artigos escritos a podcasts e salas de áudio ao vivo, unificando as ferramentas existentes em sua rede.

Principais recursos

Dentre os principais recursos oferecidos pelo Bulletin, há ferramentas de publicação e um site independente e personalizável para cada criador de conteúdo. Além do nome e da marca do jornalista ou escritor, é possível inserir logotipo e usar paleta de cores nas publicações, além de incorporar conteúdos multimídia.

Para os negócios dentro do Bulletin, o Facebook informa que os redatores manterão suas receitas durante o período das parcerias, podendo levar suas listas de assinantes e conteúdo ao final. Os pagamentos de assinaturas serão administrados pelo Facebook Pay e podem ser feitos via cartão de crédito, débito ou PayPal. Será possível para os criadores ter uma dimensão da interação de suas publicações com ferramentas de análise também.

Os redatores do Bulletin podem criar grupos no Facebook, gratuitos ou somente para assinantes, tendo acesso a ferramentas de moderação de comentários. Assim, jornalistas e escritores poderão controlar quem pode comentar em suas publicações, além de desativar os comentários. A empresa afirma que oferece suporte de terceiros, incluindo recursos jurídicos, suporte de design e assistência com serviços financeiros.

publicidade

A princípio, o Facebook não planeja cobrar nenhuma taxa dos redatores. Para registro, o Substack cobra uma taxa de 10% da receita de assinatura, enquanto que o Revue leva um corte de 5%. O Bulletin foi lançado com escritores e personalidades dos Estados Unidos, inicialmente, sem ainda uma confirmação sobre disponibilidade no Brasil. Espera-se que, se houver essa expansão, o lançamento por aqui seja feito ainda este ano.

Via TechRadar

Imagem: Ketut Subiyanto/Pexels/CC