Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

O Google Play, serviço de distribuição digital desenvolvido e operado pelo Google e que fornece apps para o Android, postou diversas dicas para quem procura criar ferramentas e games de sucesso. As sugestões se baseiam em estimular o sucesso em longo prazo de um produto por meio de melhorias de componentes como conteúdo, experiência do usuário e desempenho técnico. As dicas se dividem em três núcleos: profundidade do app, engajamento dos usuários e qualidade técnica.

Profundidade do app

Aqui, as dicas do Google Play passam pela precisão do desenvolvedor do app no fornecimento de tipo e quantidade de conteúdos conforme a base de usuários, estimulando o crescimento dela. Sobre essa base de usuários, a plataforma explica que é necessário o respeito às normas culturais locais. É possível acessar 7 dicas do próprio Google para ajudar os criadores do Brasil a manterem o envolvimento dos jogadores e a geração de receitas.

publicidade

Outro ponto importante destacado é o desenvolvimento de comunidades. O Google afirma que é necessário incentivar que elas gerem conteúdo e indica um vídeo do canal Android Developers no YouTube, tratando sobre como o poder da comunidade influencia o design de apps e jogos. Outras dicas do Google quanto à profundidade do app são para os criadores aproveitarem a infraestrutura de testes fechados ou abertos para o desenvolvimento de recursos, aproveitando feedbacks de usuários reais. Para o aumento do alcance global dos games e apps desenvolvidos, o Google fornece serviços de tradução para os criadores traduzirem as strings e a página de seus apps.

Engajamento dos usuários
rapaz entretido, jogando em seu celular

Divulgação/RODNAE Productions/Pexels

Neste ponto, as dicas do Google Play são focadas nas atualizações regulares dos apps criados e de seus conteúdos. A plataforma apresenta sugestões sobre como otimizar um app para engajamento e crescimento sustentáveis. Nessa linha, há também artigos postados pelo Google, como o de 10 dicas para otimizar o engajamento de aplicativos.

O Google sugere aos criadores terem atenção com os anúncios na experiência do usuário, e que se atentem à descrição de seus produtos. Também nesse sentido de identidade do produto, a plataforma traz como dica para os desenvolvedores destacar os recursos gráficos de seus apps, com capturas de tela e vídeos de pré-visualização mostrando uma representação clara da experiência para o usuário. Aqui, é apontado que esses recursos são importantes para os criadores mostrarem e divulgarem seus apps e games no Google Play e em outros canais promocionais do Google.

Qualidade técnica

A criação de uma experiência positiva para o usuário tem a ver com um app intuitivo, eficiente e estável. Com isso, o Google Play sugere para os criadores seguirem um design visual padrão do Android, além dos padrões de interação. O Android Developers recomenda que, sempre que possível, os criadores façam uso dos componentes do Material Design em vez dos componentes da Plataforma Android, pois isso possibilita a aparência moderna do Android e ajuda a gerar consistência de IU em todas as versões do SO.

publicidade

A qualidade está vinculada à funcionalidade dos apps e games, então, outra dica do Google Play está na implementação dos principais comportamentos funcionais relacionados à exibição e gravação de mídia de vídeo e de áudio. Também há sugestão para que os criadores se atentem ao compartilhamento de conteúdo e aos serviços em segundo plano. Além disso, desempenho, estabilidade e compatibilidade devem ser otimizados ao máximo, buscando atender às expectativas dos usuários.

crianças jogando no celular

Divulgação/natureaddict/Pixabay/CC

Por fim, o Google Play destaca que os criadores precisam ser transparentes sobre como lidam com os dados das pessoas e as informações de seus dispositivos. Ou seja, é necessário informar como o app acessa, coleta, usa e compartilha dados, bem como limitar o uso dessas informações às finalidades informadas. Essas são partes da política de dados dos usuários na plataforma, voltada a proteger a privacidade e a segurança dos clientes.

Imagem: RODNAE Productions/Pexels/CC