Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Sabe aquele sinalzinho azul e branco que vai ao lado dos nomes dos usuários do Twitter indicando que os pedidos de verificação foram aceitos? Pois bem: ele está de volta para novos pleiteantes, e pode, em breve, também estar ao lado do seu. Depois de anunciar que reabriria o processo de verificação de contas, cumprir a promessa e, uma semana depois, suspender novamente todo o trâmite, a plataforma retomou o processo nesta semana.

“As solicitações estão abertas. Desculpem por essa paralisação. Agora você pode voltar à sua jornada em busca do distintivo azul”, escreveu a plataforma, ao confirmar a reativação do sistema, no fim da noite de terça-feira (01/06).

publicidade

O Twitter chegou a informar, no dia 28 do mês passado, que teria que dar uma parada nos pedidos por conta da alta demanda que ocorreu após a primeira (e longa) pausa na funcionalidade. “Não estaremos aceitando mais enquanto revisamos as que já foram solicitadas”.

publicidade
Quem pode receber o ‘distintivo azul’?

Agora, com a reabertura do processo e a volta dos pedidos de verificação, o Twitter certamente terá trabalho para definir quem será merecedor do falado ‘distintivo azul’. As exigências para os usuários possuírem o selinho de verificado, de acordo com a plataforma, seguem as mesmas.

Para quem não tem, e nunca tentou se inscrever, é bom saber que a inscrição é livre para todos, mas nem todo mundo se encaixa no perfil exigido pela rede social. Para receber o selinho de verificação no Twitter, os pedidos nessa fase da volta são exatamente os mesmos.

O usuário que quiser ter o selinho azul do Twitter na volta dos pedidos de verificação, primeiro preencher um formulário, no qual o perfil precisa se encaixar em uma das seis categorias existentes (poder público; empresas, marcas e organizações sem fins lucrativos; jornalismo; entretenimento; esporte; ativistas e influencers). Além disso, é necessário enviar uma forma de verificação (e-mail, celular ou site oficial).

Via The Verge

Imagem: Alexandre Shatov/Unsplash/CC