Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O mercado já havia comentado que poderia sofrer uma escassez de chips. Ao passo que o melhor desempenho é desejável, a Qualcomm já vem enfrentando dificuldades para suprir a demanda do Snapdragon 888. Como uma espécie de paliativo, ela anunciou a plataforma Snapdragon 778G. Não é um chip de top de linha, mas em algumas áreas, suprirá as maiores demandas da indústria.

Alimentado por núcleos Kryo 670 e fabricado em processo de 6nm, o chip dá suporte a telas Full HD e Quad HD com taxa de atualização máxima de 144Hz e HDR10+. Neste aspecto, ele pode suprir a febre das telas com altas taxas de atualização indo bem além dos 90Hz médios que intermediários entregam. Mas, além disso, o SoC vem bem preparado para lidar com câmeras.

publicidade

Montagem com o processador Qualcomm Snapdragon 778G

Gravação simultânea em várias câmeras

Ele traz um ISP triplo, como o Snapdragon 888, o Spectra 570L. Ele pode lidar com até três canais em vídeo simultaneamente. E o que isso significa? Bem, a depender do desejo das fabricantes, ele poderá gravar com três lentes em simultâneo, alternando rapidamente entre elas sem pausa do registro. Algo que a Samsung faz com o Director’s View do Galaxy S21, que poderia agora  se tornar acessível em intermediários. Ainda sobre os sensores fotográficos, podem ser capturados vídeos em câmera lenta em até 240 fps, enquanto gravações em velocidade comum podem ser obtidas até 4K em HDR10+.

Focado em jogos e melhorado para streaming

O Snapdragon 778G traz a GPU Adreno 642L, e não ficou claro se isso representa melhorias ou downgrades em relação à Adreno 642 do Snapdragon 780G. O que a Qualcomm promete é eficiência para jogos. Tanto é que o modelo traz tecnologia VRS, que foi explorada primeiramente pela Oppo. Também por isso o chip traz melhorias para supressão de ruídos em streaming e videochamadas, graças ao Hexagon 770, sexta geração da engine de IA da empresa. Basicamente um produto que, apesar de não ser o mais potente, vasculhou algumas das demandas do mercado para suprir, para desafogar a produção do Snapdragon 888.

Demais aspectos do Snapdragon 778G incluem conectividade Bluetooth 5.2, suporte a Wi-Fi 6, e 5G mmWave e sub-6GHz, ampliando a compatibilidade de redes a nível global. A plataforma será utilizada primeiro na linha Honor 50, mas iQOO, Motorola, Oppo, Realme e Xiaomi já confirmaram a adesão também.

publicidade

Via The Verge