Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Um ano depois, parece que agora finalmente vai: o WhatsApp anunciou a opção de efetuar e receber pagamentos aqui no Brasil diretamente pelas salas de conversa. As transferências, feitas pelo Facebook Pay, permitirão que transferências financeiras ocorram no aplicativo, sem cobrança de taxas adicionais.

Agora, os usuários poderão efetuar transferências de até R$ 1.000, e receber até 20 transações por dia, ou R$ 5 mil por mês. Já as empresas poderão receber pagamentos em cartões de crédito e débito, mas vão pagar uma pequena taxa de 3,99%. Os pagamentos são processados pela Cielo, e o valor vai ficar disponível em até dois dias úteis.

publicidade

Segundo o diretor do Facebook Financial, David Marcus, a expectativa é de que o recurso chegue gradualmente aos usuários nos próximos dias. Confira o anúncio do recurso abaixo no Twitter:

publicidade

O WhatsApp já havia anunciado a opção de pagamentos pela sua plataforma em 2020, porém o recurso ainda não dera as caras por aqui. Na verdade, a função estava em negociação com o Banco Central, que aprovou na semana passada.

No momento, o aplicativo aceita pagamentos de cartões pré-pagos, débito e crédito, com as bandeiras Visa (Banco do Brasil, Bradesco, Mercado Pago, Next, Sicredi e Woop) e Mastercard (Banco Inter, Itaú e Nubank). O WhatsApp processará as transações através do Facebook Pagamentos do Brasil, um provedor de serviços ligado ao Banco do Brasil.

Pagamentos no WhatsApp devem funcionar como Pix

Conforme o anúncio oficial no site do aplicativo, os usuários terão de cadastrar seu cartão de débito ou crédito para transferências imediatas, quase como uma transação via Pix. Porém, as operações poderão são limitadas conforme horário de atividade bancária – aproximando mais o WhatsApp de uma maquininha virtual de pagamento.

Os pagamentos precisam ser configurados no Facebook Pay e utilizar uma chave PIN, ou cadastro biométrico de impressão digital. Feito isso, a opção estará disponível para pagamento online, no ícone de anexo.

O WhatsApp separou um tutorial para ilustrar como efetuar o pagamento no aplicativo. Confira:

O WhatsApp alega que os pagamentos no Brasil serão protegidos por criptografia de ponta a ponta e camadas de proteção entre o dispositivo móvel e os servidores de mensagens. Entretanto, a empresa não confirma se estes dados não são utilizados como informações coletadas na sua nova atualização.