Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Após idas e vindas parece que a LG realmente vai sair do mercado de celulares e o anúncio oficial deve ocorrer na próxima segunda-feira (5). Diversos vazamentos já indicavam que a gigante estava indo para esta direção, mas os executivos da companhia sempre negavam, apesar de um desalinhamento de discursos.

Agora, o leaker Tron, conhecido por vazar informações sobre o LG Rollable, revelou que a sul-coreana está desmanchando sua divisão com mais de 4 mil funcionários, que devem ser deslocados para o setor de eletrodomésticos da empresa.

publicidade

Ainda segundo as informações, o LG Rollable era um modelo inacabado, anunciado para tentar aumentar o valor de mercado da empresa. Como não ouve acordo com nenhum comprador, o smartphone não vai ter seu desenvolvimento concluído.

Sem nenhuma outra empresa assumindo o setor de smartphones, é provável, de acordo com Tron, que os usuários que adquiriram aparelhos da LG fiquem sem atualizações de software. Como a tendência é que todo o setor seja desativado, não vai ter equipe para manter os aparelhos atualizados.

Negócio naufragado

A decisão da LG de sair do mercado de celulares vem após a empresa registrar déficit por 23 semestres consecutivos no setor. A empresa ainda cogitou terceirizar a produção de modelos básicos e intermediários para focar em flagships, mas não houve acordo entre seus executivos.

Apesar da crise com seus smartphones, a LG vai bem em outros setores. A gigante era uma das líderes em vendas de celulares há menos de uma década, mas acabou perdendo cada vez mais espaço entre os consumidores. Mesmo aparelhos com design radical, como o LG Wing, ou bem-recebido, como o Velvet, não conseguiram figurar bem em vendas.

Os boatos sobre o encerramento da divisão da sul-coreana já reverberaram no Brasil. O Sindicato dos Metalúrgicos já tenta um acordo para manter os empregos dos mais de 1 mil funcionários da fábrica de celulares em Taubaté, mesmo antes de um anúncio oficial. Atualmente a equipe segue em estado de greve.

As informações dão conta de que, antes de decidir sair do mercado, a LG tentou negociar a venda do setor de celulares para uma companhia alemã e outra vietnamita, mas não houve acordo. Até o momento, os modelos 11 são o LG V60 ThinQ 5G, o LG V60 ThinQ 4G, o LG Wing, o LG G8X e o LG G8S devem receber Android 11.

Via TechRadar

Imagem: iStockVadim