Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Apple sempre foi conhecida por seus designs fora do convencional e o Mac Pro foi uma das decisões discutíveis surgidas disso. Após o formato de 2018 do super desktop, que foi comparado com uma lata de lixo, a versão de 2019 veio com um visual que muita gente achou parecido com um ralador de queijo. Agora, o ralador pode chegar ao iPhone.

O escritório de patentes dos Estados Unidos recebeu uma enxurrada de novos registros da Apple nesta quarta-feira (31), alguns incluem novos modelos de teclado, e a maioria são de mudanças internas nos aparelhos. Entre eles, a possibilidade do iPhone se parecer com um gadget mais familiar no armário da cozinha que no bolso.

publicidade

O design é para fornecer fluxo de ar máximo para manter os dispositivos funcionando mais frios. A Apple deve ter trabalhado no visual de ralador de queijo pensando em uma maneira de evitar superaquecimento os futuros iPhones, que devem ter processadores e carregadores mais potentes, o que significa mais calor. Ou talvez para entrar no mercado gamer, no qual design não convencional é padrão e sistema de refrigeração rende anúncio viral.

Quem mexeu no meu iPhone?
patente do visual "ralador de queijo" em um iPhone

Imagem: Patently Apple

A ideia da Apple, pelas ilustrações, seria implementar o ralador de queijo tanto na parte interna, quando na parte externa do iPhone, assim como é no Mac Pro. O sistema funciona com uma série de grades de alumínio com ofícios circulares que são sobrepostas para facilitar a circulação de ar. Alguns desses furos são cortados ao meio por outro e assim sucessivamente, gerando uma malha.

No total, a Apple pediu o registro de 77 novas patentes nesta quarta-feira (31) para o USPTO. Patentes podem ir ou parar em produtos ou serem engavetadas. Neste caso, é difícil imaginar o design em um aparelho à prova de água e poeira. Além é claro de comprometer o uso de capas protetoras.

Via MySmartPrice e Patently Apple

publicidade