Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Entre todos os motivos para o uso de emuladores no computador, jogar seus games Android favoritos em um PC ou Mac é um dos principais. Com a ajuda do teclado e do mouse do PC, ou quem sabe até joysticks para códigos secretos ou para melhorar movimentos que a tela do celular nem sempre consegue captar ou reproduzir com facilidade é muito bem-vinda. Isso tudo além de eliminar a dependência da bateria dos smartphones, que vez ou outra já está abaixo do ideal na hora que bateu aquela vontade de jogar.

Hoje, a emulação do Android no PC é muito mais fácil do que já foi um dia. É possível emular desde a versão 7.0 Nougat até 9.0 Pie do sistema operacional. Então, a diversidade de jogos acessíveis por meio dos emuladores é praticamente a mesma que encontramos nos celulares.

publicidade

São vários os emuladores existentes no mercado. Muitos deles são gratuitos. Boa parte é utilizada para além dos jogos. Como, por exemplo, para desenvolvimento e testes de aplicativos dos mais variados tipos. Para jogos, podemos citar como exemplos o LDPlayer, o Bluestacks, o MEMu, o KoPlayer e o Nox Player.

Vamos dar uma breve olhada sobre cada um desses emuladores, todos com versões gratuitas e suporte AMD ou Intel:

LDPlayer

É um dos poucos emuladores que recebem atualizações com boa frequência (quase mensalmente). Executa o Android Nougat 7.1 e, mesmo parecendo uma versão antiga do sistema operacional, suporta uma camada bem ampla de jogos. Possui bons controles de mapeamento de teclado, múltiplas instâncias (roda vários jogos simultaneamente), macros (gerenciamento automático de jogos), alto FPS e suporte gráfico. O LDPlayer se tornou um dos favoritos para os jogadores de Free Fire. Roda no Windows e no Mac.

Bluestacks

É um dos emuladores mais robustos e também um dos mais populares para  jogar os jogos Android num PC ou Mac. O Bluestacks recebe atualizações frequentes. Possui mapeamento de teclas, configurações para múltiplas instâncias, captura de tela, automatização de tarefas repetitivas dos jogos, etc. Sempre é referência para os jogadores que buscam emulação Android, pela confiança, pela quantidade de recursos e pela flexibilidade. É compatível com Windows e Mac.

publicidade
MEmu

Possui a capacidade de executar várias instâncias de aplicativos e versões Android e é bastante utilizado como ferramenta de uso geral. A última atualização do MEmu adicionou mapeamento de teclado inteligente e melhorias de desempenho (além de correções de bugs). Suporta Android Jelly Bean, Kit Kat e Lollipop e é baseado no Android Nougat 7.1.2 por padrão. Roda tanto em Windows como no Mac.

KoPLayer

Um emulador especialmente desenvolvido para jogos. Ou seja, tem como uma das principais características a facilidade para baixar jogos do Android e configurar teclado e mouse do seu PC da forma que o jogador quiser. O emulador possui tutorial com passo a passo para as configurações e até mesmo para uso de joystick. Uma característica interessante do KoPlayer é a possibilidade de instalar os aplicativos e jogos manualmente arrastando e soltando, pois o emulador oferece suporte a arquivos .apk. Também é possível realizar capturas da tela em imagem ou vídeo. O KoPlayer é compatível com todas as versões do Windows e Mac.

Nox Player

O emulador pode ser executado no Windows 10 e em versões anteriores. Ele vem pré-carregado com vários recursos e tem suporte ao uso de joysticks e outros dispositivos. O Nox é baseado no Android Lollipop 5.1.1, mas é possível executar outras versões, como o Nougat, através de um recurso Multi-Drive. Possui uma interface bastante amigável, capacidade de alterar o arquivo build.prop do dispositivo Android e outras particularidades interessantes, como o acesso ao root.

Via Android Authority.