Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OnePlus 9 Pro surpreende em teste extremo de resistência

Redação 23 de março de 2021

A linha OnePlus 9 enfim chegou ao mercado, e claro, o canal JerryRigEverything já colocou as mãos no modelo Pro para seus testes extremos de resistência. Está com o coração preparado para ver o novíssimo smartphone com câmera Hasselblad passar por situações no mínimo tensas?

Bem, não se preocupe: tudo sempre começa com testes leves na tela, buscando medir que tipo de acessório no seu bolso ou em superfícies poderá acabar arranhando a tela. Como esperado de um painel AMOLED com tecnologia Gorilla Glass, o display só ganhou marcas visíveis com a ferramenta de risco de precisão sete, com alguns menos visíveis com a de precisão seis.

publicidade

Como o OnePlus 9 Pro traz laterais sem tintura metálica, no teste de resistência com o estilete ele acabou se saindo bem: claro, os aros ficam arranhados, mas os botões seguem inteiros no mesmo lugar, e na verdade os estragos são bem menos perceptíveis se fosse empregada algum tipo de pintura.

Com câmeras Hasselblad, a OnePlus mostra que fez o dever de casa aqui ao proteger essa caixa saltada de lentes: o teste de resistência com o OnePlus 9 Pro seguiu para a sua traseira, e não foi capaz de estragar as proteções colocadas nos sensores fotográficos. Mesmo a traseira como um todo não saiu prejudicada.

Proteções realmente robustas

Em outras duas etapas importante do teste de resistência o smartphone mostrou que saiu de fábrica preparado para eventuais acidentes do dia a dia e até situações mais perigosas: o sensor biométrico na tela não deixou de funcionar plenamente mesmo após o desgaste da área com um estilete, e o teste de chama na tela não foi capaz de produzir uma única distorção na exibição de imagens, mesmo que temporariamente.

publicidade

Mesmo assim, a maior surpresa envolvendo o OnePlus 9 Pro ficou por conta do teste extremo mais cruel: a tentativa de dobrar o aparelho. Recebendo pressão a partir da tela ou da traseira, o celular não trincou em nenhum ponto e seguiu plenamente funcional, recebendo o mérito que poucos recebem de sair dessa bancada totalmente funcionais.

Claro, esses testes extremos de resistência visam simular um uso de longo prazo e alertar para eventuais problemas de longo prazo. Por isso, mesmo que algum aparelho saia despedaçado da bancada, não necessariamente isso significa que ele não vá durar alguns anos. Quando ele sai inteiro após um massacre, porém, nitidamente o dispositivo ganha alguns pontos extras, caso do OnePlus 9 Pro. Com sua durabilidade atestada, resta saber qual será a recepção do mercado ao smartphone que foi lançado hoje (23/03).