Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O Moto G50, que está sendo trabalhado pela Lenovo/Motorola sob o codinome Ibiza, já teve até o preço vazado por um varejista na Espanha, mas pouca coisa oficial havia sido divulgada sobre ele. Nesta terça-feira (23/03), no entanto, o cenário começou a mudar, graças a algumas especificações reveladas, junto com imagens reais, no site do TENAA, órgão regulamentador chinês similar à nossa Anatel.

De acordo com as novas informações vazadas sobre o futuro lançamento da Lenovo/Motorola, o smartphone será um basicão preparado para trabalhar com a tecnologia 5G. Registrado sob o código XT2137-2, o Moto G50 terá uma tela HD+, ainda sem tamanho confirmado (provavelmente de 6,5 polegadas), com resolução de 720 x 1600 px e taxa de atualização de 90Hz. O entalhe para abrigar a câmera de selfie de 13 megapixels será em um furo na parte superior central.

publicidade

Por falar em câmeras, o conjunto óptico deve mesmo ser triplo, com as configurações que já vêm sendo especuladas há algum tempo. Elas incluem uma lente principal de 48 megapixels, uma ultra-wide de 5 megapixels e uma terceira, para efeitos macro, de 2 megapixels. Todas alinhadas verticalmente, e acompanhadas de um pequeno flash em LED.

Processador, variantes e preço
Imagem mostra traseira e frente do Moto G50, que foi flagrado no TENAA, órgão regulatório da China

Montagem Vida Celular/TENAA

O processador escolhido para equipar o Moto G50, ou Motorola Ibiza, não foi confirmado oficialmente, mas deve mesmo ser o Qualcomm Snapdragon 480, trabalhado pela fabricante para equipar celulares da gama de entrada. Ele chegaria acompanhado de duas variantes diferentes, com 4 GB ou 6 GB de RAM, mas o mesmo armazenamento interno, de 128 GB, e o mesmo sistema operacional – Android 11. A bateria será de 5000 mAh, possivelmente com carregamento rápido de 20W.

Com relação ao preço, a tendência é que o Moto G50, anunciado por 230 euros na Espanha (R$ 1.504, na conversão direta), não fuja muito dessa faixa caso seja lançado no mercado dos Estados Unidos. Os últimos comentários indicam que ele poderia chegar para brigar com os celulares na faixa de US$ 300 (R$ 1.653, na conversão direta), Por um preço parecido, no Brasil, é possível comprar, por exemplo, um Redmi Note 9, com 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno no site da Amazon.

Via Phone Arena e My Smart Price

publicidade