Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Redmi Note 10 quebra no meio em teste

Redação 18 de março de 2021

A linha Redmi Note 10 foi apresentada ao mundo com boas especificações e preço, mas pode ser que nem tudo seja o sonho vendido pela Xiaomi: testes de resistência mostraram que o lançamento principal, o Redmi Note 10, quebra com certa facilidade, e provavelmente precisará ser utilizado com uma capinha.

Desta vez não é o canal JerryRigEverything que traz a bateria de testes extremos, mas sim o Gupta Information, que já obteve acesso ao smartphone, e bem, o destruiu para fins científicos. Enquanto traz bom hardware intermediário e um painel AMOLED — além de um conjunto de câmeras múltiplas — o Redmi Note 10 se mostrou pouco resistente, tendo morrido bem antes da conclusão dos testes.

publicidade
Confira os testes feitos no Redmi Note 10

O primeiro desafio envolveu submersão do aparelho — que possui proteção para respingos e pequenos mergulhos — por cinco minutos em água. Ele sobreviveu bem, mas com um porém, ter deixado água entrar pela bandeja de chip. A longo prazo isso poderia ser um problema, já que o contato do líquido com placas e metais internos pode acabar atrapalhando o funcionamento.

Em seguida ele passou pelo teste do estilete, tendo um botão arrancado com facilidade. Um mérito é o botão de energia, que mesmo extremamente danificado continuou operando o leitor biométrico com tranquilidade. Nas outras partes do aparelho o estilete promoveu um massacre, desfigurando a traseira com tranquilidade.

Visando simular acidentes do dia a dia, o Redmi Note 10 — antes de quebrar nos testes — foi submetido a quedas. Em todos os ângulos, na altura do joelho, ele sobreviveu sem arranhões. Quando foi largado de uma altura de dois metros, porém, o display simplesmente morreu.

publicidade

Por último, no teste de dobras é onde encontramos o maior problema do celular: quando a pressão é aplicada a partir da traseira, ele quebra como se sua traseira fosse um plástico extremamente frágil. Quando a pressão é aplicada a partir da frontal, o Redmi Note 10 quebrou completamente no teste, expondo todas as suas entranhas e ficando inutilizável.

Vídeo pode ser alerta para fragilidade do celular

Claro, é sempre importante reforçar que esse tipo de teste serve — para além de atrair views no YouTube — antecipar um comportamento de longo prazo do aparelho a partir de situações do cotidiano. Você poderá eventualmente sentar em cima do seu smartphone ou então deixá-lo cair no dia a dia. Essas são as informações mais importantes a serem extraídas nesse tipo de conteúdo. E bem, vale lembrar que o aparelho será vendido por aqui.

Além do mais, principalmente no caso do Redmi Note 10 — após sua quebra nos testes — parece importante utilizá-lo com uma capinha. O que se perde em termos de design pode ser compensado no aumento de durabilidade do dispositivo, isso é o que veremos.