Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O Facebook anunciou novas regras para os Groups, buscando limitar a influência daqueles que estimulam violência e espalham fake news na plataforma. Esta movimentação segue uma linha de ações que a rede social tem tomado mais recentemente, como a diminuição de distribuição de conteúdos políticos em seu feed de notícias e banimento automático de fake news sobre todas as vacinas.

Sendo os mais expressivos casos de problemas, os Groups do Facebook com conteúdos “cívicos”, inflamados por discursos políticos, foram apontados por especialistas como núcleo do avanço extremista, com apelos claros à violência. Para agravar a situação, um relatório interno da plataforma, acessado pelo The Wall Street Journal, informava que os executivos do Facebook tinham sido avisados sobre esse problema meses antes do ataque ao Capitólio.

publicidade
As novas regras do Facebook Groups

O Facebook começará a alertar os usuários quando estiverem prestes a entrar em um grupo que já violou os Padrões da Comunidade, que proíbem o compartilhamento de postagens violentas, prejudiciais, ilegais e enganosas no site. Além disso, a plataforma passa a diminuir o nível de recomendação que dá às pessoas para aderirem a grupos que violaram essas regras.

Grupos e membros que violarem as regras deverão ter o alcance reduzido, com restrições ficando cada vez mais severas à medida que acumulam mais violações, até que sejam removidos completamente. Em casos de danos graves, o Facebook afirma que removerá completamente grupos e pessoas, sem a necessidade de haver essas etapas intermediárias.

Administradores e moderadores passarão a ser responsáveis pelos conteúdos publicados nos Groups que tenham um número significativo de membros que já violaram as políticas do Facebook. Mesmo que esses usuários tenham cometido a violação em outros grupos que foram removidos da plataforma. Se um administrador ou moderador aprovar frequentemente conteúdos indevidos, todo o grupo será removido.

O usuário que repetir violações em grupos será bloqueado, ficando incapacitado de poder postar ou comentar por um período de tempo em qualquer grupo. Além disso, ele estará incapacitado de convidar outras pessoas para qualquer grupo ou até mesmo criar novos grupos.

publicidade
Já é tarde demais

As novas mudanças serão lançadas nos próximos meses. O que, certamente, já é tarde demais para muitos dos ocorridos lamentáveis nos últimos anos. Especialistas criticam o Facebook pelas medidas mínimas frente ao longo histórico de abusos que vêm sendo permitidos na rede social. Permanece o receio do nível de impacto positivo que as novas regras poderão causar de agora em diante.

Para os especialistas, o Facebook Groups (e a própria rede social em si, quase sem regras) ergueram um “legado tóxico” de disseminação da violência, da desinformação, das fake news e das teorias da conspiração. No meio disso tudo, supremacistas brancos se organizaram, sem o mínimo de combate necessário, fora o QAnon. Esse movimento conspiracionista tem sua origem atribuída a uma série de postagens em um grupo fechado do Facebook em 2017, ou seja, quatro anos antes das novas regras atuais.

Via Business Insider

Imagem: Krzysztof Kamil/Pixabay/CC