Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Após anunciar testes para um novo algoritmo que exibe imagens maiores na linha do tempo dos usuários, o Twitter anuncia o retorno de uma função que estava mesmo fazendo falta: a incorporação de vídeos do YouTube diretamente na plataforma. Há muito tempo essa possibilidade foi desativada, sem muitas explicações.

Assim, alguns usuários poderão voltar a desfrutar dos vídeos do serviço do Google sem sair da rede social. O Twitter anunciou que a possibilidade de incorporar vídeos do YouTube está sendo implementada — mais uma vez — agora apenas em iPhones e iPads, inicialmente. A plataforma não deu informações sobre quando os usuários do Android voltarão a contar com essa possibilidade.

publicidade

Certamente é mais prático assistir a um conteúdo compartilhado no Twitter diretamente por lá mesmo que seja um vídeo do YouTube, mas durante um tempo isso ainda será realidade para poucos: enquanto a companhia não anunciou testes para o Android, mesmo usuários do iOS deverão estar em regiões específicas para utilizarem o recurso. Por enquanto a rede social liberou os testes da incorporação de vídeos nos Estados Unidos, Canadá, Japão e Arábia Saudita.

publicidade
O retorno de uma função já conhecida

É difícil entender o porquê da plataforma estar liberando mais uma vez essa função a passos tão pequenos, mas é positivo o seu retorno. Podem existir questões comerciais entre o Twitter e o YouTube para a liberação da incorporação dos vídeos dessa vez. No passado, o Instagram também exibia as imagens e gravações da rede de fotos diretamente no Twitter quando o link direto das publicações eram colados lá. Para o serviço do Facebook, porém, não se mostrou interessante manter essa possibilidade, uma vez que poderia reduzir os acessos diretos às fotografias.

Vale lembrar, o retorno da possibilidade de incorporar vídeos do YouTube é apenas uma das novidades do Twitter, que vem liberando o Spaces e em breve implementará um sistema de comunidades e a função Superfollows. Todos esses esforços fazem parte do desejo da companhia em se tornar mais rentável nos próximos anos.

Via The Verge

Imagem: Brett Jordan/Pexels