NotíciasFacebook faz testes para diminuir distribuição de conteúdos políticos no feed

Ronnie Mancuzo3 semanas atrás7 min

O Facebook anunciou que irá realizar uma mudança em seu feed de notícias para diminuir o volume de conteúdos políticos. A alteração é considerada um teste pela plataforma, impactando apenas uma parcela de seus usuários e mercados, como os Estados Unidos, Canadá, Brasil e Indonésia.

Em uma teleconferência ocorrida recentemente, Mark Zuckerberg relatou que um feedback comum que a plataforma recebe é de que as pessoas não querem assuntos políticos assumindo o controle de seu feeds de notícias. Outra pesquisa recente da Accountable Tech e Greenberg Quinlan Rosner apontou que a maioria dos americanos acredita que a mídia social desempenhou um papel expressivo na radicalização das pessoas.

Diminuição temporária de conteúdo político e pesquisa de experiência

Diante disso, um dos objetivos do teste da plataforma é explorar variações de classificação de conteúdo político no feed de notícias, usando diferentes sinais. Como primeira etapa, o Facebook vai diminuir temporariamente a distribuição de conteúdo político no feed de notícias para uma pequena porcentagem de pessoas no Canadá, Brasil e Indonésia já nesta semana e, nas próximas semanas, será a vez dos Estados Unidos.

Em paralelo, haverá pesquisas sobre as experiências dos usuários visando determinar a eficácia desses novos procedimentos da mídia social. É observado pelo anúncio do Facebook, porém, que conteúdos políticos não estão sendo removidos em definitivo, apenas estão sendo diminuídos.

A plataforma alega que está buscando preservar a capacidade das pessoas de encontrarem e interagirem com conteúdo político em sua rede. Além disso, relatou que, com base em análises próprias feitas nos Estados Unidos, o conteúdo político representa apenas 6% do que é visto pelos seus usuários. Ainda assim, não deixa de ser observado no anúncio oficial que uma pequena fração desse tipo de informação afeta a experiência geral de uma pessoa.

Entre as ações que o Facebook diz já ter realizado para ajudar o usuário a controlar o que vê no feed de notícias, há inserção de ferramentas que permitem selecionar pessoas e páginas que o usuário deseja priorizar em seu feed de notícias. Também foi citado pela rede social um recurso que oculta temporariamente as postagens de uma pessoa, página ou grupo. Por fim, o Facebook relata que seu usuário pode desligar definitivamente os anúncios políticos.

Combate às fake news sobre vacinas

Há dois dias, o Facebook passou a incluir fake news sobre vacinas na lista de banimento automático da plataforma. A iniciativa vem com o intuito de combater as informações falsas envolvendo não apenas a Covid-19, mas também todas as vacinações

Entretanto, as críticas feitas à rede social de Mark Zuckerberg são mais que válidas, ainda que agora o Facebook tenha anunciado esse teste para diminuir conteúdos políticos. Na semana passada, publicamos que experts criticaram a rede social por mudança mínima frente a grupos de discurso de ódio. Também recentemente, um relatório mostrou avanço extremista em conteúdos no próprio Facebook, meses antes do ataque ocorrido ao Capitólio americano em 06/01.

Via TechCrunch

Imagem: Urupong / iStock