Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Além de mostrar notificações e monitorar dados referentes a sua saúde, os smartwatches também podem ter um papel importante em situações de emergência. Foi isso que aconteceu com William Rogers, o professor patinava no último domingo (7) em um lago congelado próximo ao rio Salmon Falls, nos Estados Unidos, quando o gelo quebrou e ele caiu na água, o resgate então foi acionado por seu Apple Watch e o homem foi salvo.

O homem de 67 anos disse para a WMUR Boston que assim que caiu na água tentou voltar para cima, mas o gelo continuava quebrando. Seu celular estava no seu bolso e ele não conseguia alcançar, foi ai que lembrou do relógio.

publicidade

“Meu relógio! Meu relógio pode fazer ligações”, disse o homem, que usou seu Apple Watch para guiar os bombeiros até o local onde estava e conseguiu ser salvo a tempo. “Lembro-me de dizer a mim mesmo: ‘OK, não entre em pânico. Não entre em pânico. Descubra quais são suas opções aqui”, explicou.

Resgate rápido

“Eu disse a eles que provavelmente tinha mais 10 minutos de vida antes de não ser mais capaz de responder. Demorou apenas cinco minutos para os bombeiros chegarem. Estou muito grato a eles. Então, obrigado a essas pessoas”, completou também.

Homem que caiu em lago congelado e seu Apple Watch

Imagem: WMUR

“Tínhamos duas pessoas em trajes de resgate de água fria e os outros dois membros fora do gelo”, explicou o chefe dos bombeiros de Somersworth, George Kramlinger. “É muito arriscado patinar no gelo em lagos congelados nesta época do ano. É uma situação extremamente perigosa, uma vez que nenhum gelo é seguro”, finalizou.

Uma boia foi usada para auxiliar no resgate. O homem ainda garante que, apesar da ajuda do Apple Watch, ele não teria sido salvo se não fosse pela agilidade das equipes de resgate. “As pessoas morrem assim”, disse ainda.

publicidade

Via WMUR

Imagem: Montagem com foto de divulgação Apple e reprodução redes sociais